sexta-feira, 30 de março de 2012

Tushek Renovatio T500


A Tushek Supercars revelou o novo Renovatio T500. O carro é baseado no K1 Roadster, possui chassi tubular e carroceria em fibra de carbono, tem teto removível, suspensão ajustável, freios de cerâmica-carbono e rodas de alumínio de 19 polegadas com pneus Pirelli P-Zero Corsa.

Apesar do apelo esportivo, o interior é revestido com couro alcântara, bancos de alumínio e partes em fibra de carbono. Também há ar condicionado, sistema de navegação por GPS e conectividade Bluetooth.

O motor é um Audi 4.2 V8 que desenvolve 444 CV de potência e 428 Nm de torque. A transmissão é manual de seis marchas. O conjunto mecânico faz o veículo de 1.133 kg acelerar de zero a 100 km/h em 3,7 segundos, de zero a 200 km/h em 11,5 segundos e atinge a velocidade máxima de 310 km/h.

Old Spice. Smell Better Than Yourself.


Porsche Panamera GTS - Walter Röhrl - Ascari Race Resort - Onboard


Gran Turismo 5 (NES Version)


Um pessoal muito criativo (ou só uma pessoa muito criativa?) fez um teaser de uma "versão" do Gran Turismo para os consoles de 8-bits, mais conhecidos como "Nintendinhos".

Com dez pistas, incluindo Laguna Seca e Trial Mountain, o novo modo B-Spec, mais de dez veículos, imagens cinematográficas, veículos disponíveis em alta definição (!) de 8 bits, além da possibilidade de realizar tuning das partes mecânicas e tirar fotos dos seus carros em 3D (!).

As imagens utilizadas no vídeo foram extraídas de vários jogos reais, e estão listados abaixo, com o respectivo tempo em que aparecem:

0:07 Formula One - Built To Win
0:11 Rad Racer
0:14 Pole Position (arcade)
0:16 Race America
0:18 Super Sprint
0:33 Formula One - Built To Win

Se a Polyphony Digital tivesse a ideia de produzir o Gran Turismo na década de 1980, será que os consoles teriam memória suficiente para reproduzir o Nürburgring Nordschleife ou o Circuit de La Sarthe?

quinta-feira, 29 de março de 2012

F1 Cars And Teams In The 2012 Season: The Infographic

Formula One 2012 Infographic

Recognize the signs. Dodge Ram.


Forza Motorsport 4 Career Mode opening theme [Brazilian Portuguese Subtitles]


Eu e você somos uma espécie em extinção. Nós, os fãs da velocidade. Nós, os devotos da potência. Nós, os amantes do desempenho, da beleza e da alma mecânica.

Hoje em dia, existem poucos lugares que nos recebem bem. Nós não ousamos falar sobre eixos, ignições ou suspensões de força dupla. Nós tememos pelo nosso amor ao rugido dos motores V8 e pelo odor de borracha queimada.

Eles nos dizem para pensarmos em economia e no meio ambiente. Não na diversão ou na empolgação. Em uma era de "híbridos" e "lentomáticos", nós somos os estranhos fora do ninho.

Ainda assim, há esperança. Existe um porto seguro. Um lugar que celebra velocidade, aderência, engrenagens e diversão. E ele está aqui, para ser explorado por você.

Uma imagem

Volkswagen VW Golf Tree Árvore

Ufa! Se não fossem as aulas de Pilates, esse Golf já era!

quarta-feira, 28 de março de 2012

Nissan Juke-R review by Autocar


Fiat 500 Abarth. You'll never forget the first time you see one.


What are you looking at? Uh!?

What are you looking at?! (slap)

Are you undressing me with your eyes?

Poor guy... you can’t help it?

Is your heart beating? Is your head spinning?

Do you feel lost thinking that I could be yours forever?

Uma imagem

Ayrton Senna coming out of his car after the crash at Imola. "If Only" Formula - Alone Painting - Formula - Alone Fine Art Print - Oieg Konin

Pena que foi só a sua alma que se levantou do carro...

Qual é o remédio que avisa quando você está bêbado?

Qual é o remédio que avisa quando você está bêbado? Paracetamal.

terça-feira, 27 de março de 2012

McLaren MP4-12C GT3 - Circuit de Lédenon - Romain Bernard - Onboard


He wanted a Fiat Spider. She wanted a Fiat "600". They got them both (...and saved a garageful of money!) Fiat.


De quantos formatos eu preciso para vídeo HTML5?

A tag <video> no HTML5 é algo ótimo. Ela possibilita o playback de vídeos nativos em todos os browsers atuais, ao invés de depender de plugins, como o Flash. Ela abre a porta para vídeos web em dispositivos que não suportam o Flash. E ela também suporta codecs que antes a web não suportava.

Mas se você estiver publicando conteúdo em vídeo, isso pode ser confuso. Para, de fato, suportar vídeo web, quantas versões de saída você precisa criar? WebM, Ogg e MP4? Mas e o iPhone, ou o Android? E versões de bitrates reduzidas/completas?

Não existe uma resposta única para essa pergunta, então, aqui temos um guia simples para te ajudar a escolher as saídas para vídeos em HTML5.

Quais formatos web?

Existem três formatos de vídeo que funcionam nativamente em alguns browsers. Infelizmente, nenhum formato funciona em todos os browsers, então você precisa de pelo menos dois se você quiser ter um suporte significativo para vídeo em HTML5.

Minimamente, você deve usar MP4 + H.264, com AAC ou MP3. O vídeo MP4 roda nativamente no Safari, Chrome, e IE9 (Vista/Windows 7). Também é sua melhor opção para exibir vídeos, caso não tenha Flash, e eles rodam nativamente em muitos dispositivos (iOS, Android, Blackberry, PSP, Xbox, PS3, etc). Utilize o H.264 High Profile para melhor qualidade, e o Baseline Profile, se você quiser que o mesmo vídeo seja executável em dispositivos móveis.

Além disso, use o WebM + VP8, ou Ogg + Theora com áudio Vorbis para outros browsers. O WebM funciona no Firefox (versões posteriores a 4), no Chrome (vcersões maiores do que a 6, ou o Chromium), e no Opera (acima da versão 10.60), e o Ogg funciona no Firefox (a partir da 3.5), no Chrome (a partir da 3), e no Opera (versões posteriores a 10.54).

Se você escolher um, ou outro, qual deles deve usar: Ogg ou WebM?

Na nossa opinião, o WebM é o futuro do vídeo livre. O VP8 é um codec melhor que o Theora, e só vai melhorar a medida que a comunidade de vídeo fique por trás dele. Ter o Google no barco também não atrapalha. Portanto, apesar de o Ogg ser suportado por mais browsers, recomendo que você use, minimamente, MP4 + WebM, ou Ogg. Melhor ambos.

Quais dispositivos móveis?

Mais uma vez, não existe um único perfil para dispositivos móveis que funcione em todos eles. Na verdade, existem mais padrões variáveis para vídeos mobile, do que para vídeos web. Mas, felizmente, algumas receitas bem selecionadas podem cobrir a maioria dos dispositivos móveis modernos.

1. A maioria dos dispositivos móveis modernos suporta MP4/H.264. Isso inclui toda a série iOS (iPhone, iPod, iPad, Apple TV, etc), a maioria dos dispositivos Android, telefones Blackberry modernos etc. Para a maioria deles, tenha o cuidado de utilizar o H.264 Baseline profile. Use o 640×480, ou um menor para iOS e Android, e 480×360, ou menos, para suporte ao Blackberry.

Note que o mesmo arquivo que roda em um iPhone pode rodar na web, via HTML5 (alguns browsers), ou Flash. Então, se você quiser reduzir versões, use o mesmo arquivo. Mas pode ser que você esteja preso com o Baseline Profile para a maioria de dispositivos, e o Main/High fazem uma grande diferença, então, utilizar versões separadas de saída pode ser uma boa idéia, se você quer uma melhor qualidade para cada dispositivo.

2. Use 3GP/MPEG4 para dispositivos móveis mais antigos. A maioria dos Blackberrys e alguns Androids também suportam 3GP, e ele geralmente roda em iPhone/iPod também (uma vez que o iOS roda MP4/MPEG-4 e o 3GP é apenas um sub-conjunto do MP4).

3. Espera-se que o WebM chegue para o Android e outras plataformas móveis em até dois anos. Mas, por enquanto, use MP4 para melhor qualidade no Android.

Recomendação: No mínimo MP4, 640×480 ou 480×360. No máximo, três versões MP4 (480×360, 640×480, 720p + Main profile) mais uma, ou duas versões 3GP (320×240 e talvez 176×144). Veja neste artigo mais sobre configurações específicas de codificação.

E múltiplos bitrates?

Você deve utilizar múltiplos bitrates para entregar vídeos maiores para usuários com conexões rápidas de internet, e vídeos menores para usuários com conexões mais lentas? Se seus usuários estiverem assistindo a vídeos de alta qualidade na web, então a resposta é, provavelmente, sim. Considere usar 2-3 tamanhos e bitrates para conseguir isso, por exemplo, um vídeo com 640×360, e outro com 1280×720.

E o streaming?

Este guia não leva o streaming de vídeo em consideração. RTMP streaming (Flash), Smooth Streaming (Silverlight), e HTTP Live Streaming (iOS), todos eles pedem por vídeos especialmente preparados. Isso está além do escopo deste artigo.

TL;DR

* O mínimo para vídeo HTML5 é MP4 + WebM ou Ogg (ou ambos), usando a versão MP4 para Flash fallback.
* Para suporte móvel, uma saída H.264/MP4 pode te levar longe. 2-3 permitem melhor qualidade e maior compatibilidade.

Recomendações

Aqui estão algumas sugestões de configurações.

1. Suporte a tudo

* HTML5, Flash, Mobile: MP4/H.264, Baseline profile, 480×360 ou 640×480;
* HTML5: WebM ou Ogg.

2. Aumente a compatibilidade

* HTML5, Flash: MP4/H.264, High profile;
* HTML5: WebM;
* HTML5: Ogg;
* Mobile: MP4/H.264, Baseline profile, 480×360 ou 640×480.

3. Faça funcionar em qualquer lugar

* HTML5, Flash: MP4/H.264, High profile;
* HTML5: WebM;
* HTML5: Ogg;
* Mobile: MP4/H.264, Baseline profile, 480×360, para maior compatibilidade;
* Mobile: MP4/H.264, Main profile, 1280×720, para dispositivos iOS mais recentes (iPhone 4, iPad, Apple TV);
* Mobile: 3GP/MPEG4, 320×240 e/ou 177×144, para "não-smartphones"*.

iMasters

Uma frase

Some say that if we begin this sentence with the words "some say", you will automatically read this... in my voice.

domingo, 25 de março de 2012

Uma imagem

Sepang Sundae. Dear media friends, Please enjoy this ice cream. I hope this leaves you refreshed and ready to enjoy the Malaysian Grand Prix. Kimi Raikkönen.

Quem guardou para a hora da corrida se deu bem...

Budweiser commercial with Christian Fittipaldi


Qual modelo de câmera onboard é melhor?


Em 2010, a revista Car And Driver fez um teste comparativo com algumas das melhores câmeras onboard presentes no mercado.

Em 2012, ela repetiu a dose, desta vez, com os Contour Roam, Drift HD, GoPro HD Hero2 e Replay XD1080.
HOW WE TESTED: A VIEW ASKEW All four of the cameras record video one line at a time instead of ass series of snapshots. A side effect is that vertical objects such as telephone poles look skewed at high speed. This is known as
Contour Roam UNIT PRICE: 5200 MOUNT PRICE: 540 DIMENSIONS, INCHES: 4.00 2.2 01.3 WEIGHT, OUNCES: 5.1 RECORDING MODES, 1080P (20.30 FPS), RESOLUTION (FRAME RATE): 960P (25, 30 FPS), 720P (20.30 FPS) SHOOTING ANGLE, DEGREES: 170 STILL-MODE RESOLUTION, MEGAPIXELS: 5 STORAGE MEDIA: MICROSD EXTERNAL MIC INPUI: NO HDMI OUTPUT: NO A SKEW: Average performance. The A TEST PATTERN: Colors are a little effect is more evident on objects that washed out, and the actual shooting are close to the camera, angle:! narrower than the GoOro and Drift cameras' (all three claim 170 degrees). On the upside, the image is only minimally distorted. I=A decent camera at a decent price. wamconrour.com The most affordable camera here, the Contour Roam, is also the least complex. There's a small toggle switch to turn on the power and a big toggle switch to start recording. A built-in laser helps to aim and align the camera. To change settings, you need to plug it into a computer. DRIVING LOOP: The Contour presents a clear picture, but it grayed-out a rare blue Michigan sky.
Drift HD UNIT PRICE: S369 MOUNT PRICE: S25 DIMENSIONS, INCHES: 4.1 02.1 01.5 WEIGHT, OUNCES: 5.0 RECORDING MODES, 1080P (25.30 FPS), RESOLUTION (FRAME RATE): 720P (25, 30, 50, 60 FPS) SHOOTING ANGLE, DEGREES: 170 STILL-MODE RESOLUTION, MEGAPIXELS: 9 STORAGE MEDIA: MICROSD EXTERNAL ETC INPUI: YES HDMI OUTPUT: YES The Drift HD is heavy on features: it has remote control and a built-in LCD monitor, which makes it easy to aim and change settings through the on-screen menu. But it's also the most expensive unit here, and its price isn't justified by its poor-to-middling performance. A SKEW: Similar to the Contour, the Drift HO makes nearby vertical objects appear to be tipping aver. BOTTOM A TEST PATTERN: The Drift HD pumps up the colors to a slightly exaggerated level. It has the widest view but the most distortion, even in the center of the image. vvimdriftinnovation.com is. DRIVING LOOP: The wide lens curves the image like a 1 un-house mirror. making a car look too narrow And the image looks a little soft (out of focus). The Drift HD is perfect for filming the fisheye-lens portion of a '90s rap video but only so-so for car flicks.
GoPro HD Hero2 STILL-MODE RESOLUTION, MEGAPIXELS: 11 STORAGE MEDIA: SD EXTERNAL AC INPUT YES HDMI OUTPUT: YES This updated version of the classic GoPro sports a new lens, an external mic input, and an HDMI output. A suction-cup mount is included, which brings us to our only gripe: No ball joint means the camera only adjusts on two axes. The GoPro accepts a number of accessories, including an $80 LCD screen. to SKEW: The best performer but not to TEST PATTERN: Only moderate by a huge margin. distortion. Yellows predominate, but. overall, the GoPro offers the most realistic picture. BOTTOM UNIT PRICE, $300 MOUNT PRICE: (INCLUDED) DIMENSIONS, INCHES: 2.8 X 2.6 X 1.9 (2.4 X1.6 X1.5 WM CASE) WEIGHT, OUNCES: 5.9(3.4 W/O CASE) RECORDING MODES, 1080P (30 FPS), 960P 130, RESOLUTION (FRAME RATE): 48 FPS), 720P (30,60 FPS), 480P 160,120 FPS) SHOOTING ANGLE, DEGREES: 170 Superior performance makes this our pick. leamgoprO.c0111 L. DRIVING LOOP: Good contrast between shadow and light and supersharp picture quality set it apart from the pack
Replay XD1080 SHOOTING ANGLE, DEGREES: 110.5 (1080P) OR 135 (960P, 720P) STILL-MODE RESOLUTION, MEGAPIXELS: 5 STORAGE MEDIA: MICROSD EXTERNAL MIC INPUI: YES HMI OUTPUT: YES The smallest of the bunch, the ReplayXD shoots at a narrower. 135-degree angle. It comes with a slew of accessories-home and car charging cords, a memory card. an HDMI-out cable, and a little bag to hold everything. Two buttons control power and recording. SKEW: Close-shot objects exhibited the most visible lean with this camera. Or possibly those telephone poles were drunk. BOTTOM UNIT PRICE: S300 MOUNT PRICE: S79 DIMENSIONS, INCHES: 3.8 X 1.2 X1.1 WEIGHT, OUNCES: 3.1 RECORDING MODES, 1080P (30 FPS), 960P 130 FPS), RESOLUTION (FRAME RATE): 720P (30, 60 FPS) zi TEST PATTERN: Colors are slightly oversaturated but pleasantly vivid. As expected, this narrow-angle camera has the least distortion. www.replayActcom DRIVING LOOP: Mimmal distortion makes tort natural-looking picture, but it's not quite as sharp as the GoPro.s. An alien wrench is needed to adjust the sturdy metal suction-cup mount. A good choice, but the narrow-angle lens means you probably won't get everything you want in the frame.

Uma imagem

Hyundai Elantra Árvore Tree

Hyundai Elantra, o carro mais resistente a quedas de árvores... NO MUNDO!

sábado, 24 de março de 2012

Ferrari 458 Challenge - Suzuka Circuit - Hisao Shigeta - Onboard


Às vezes, quem entende de carro, entende mais de carro mesmo. Malibu, o grande novo sedã da Chevrolet.


Jeremy Clarkson: The Good, The Bad and The Ugly


Em mais um de seus DVDs, Jeremy Clarkson vai até os Estados Unidos para testar carros americanos contra seus respectivos concorrentes europeus.

81 erros de gravação do Chaves (e contando...)


Um usuário do YouTube fez uma compilação de erros de gravação do seriado Chaves e fez o upload de todos os 81 trechos que encontrou para a Internet. A maioria deles são os chamados "erros de continuidade", por exemplo, objetos que mudam de lugar "sozinhos", pessoas que saem da cena por um lado e voltam pelo outro.

Isso ainda é muito comum atualmente, apesar da evolução da tecnologia, figurinos, e tudo que envolve a produção audiovisual, apesar de esse conteúdo ser obrigatório em cursos superiores de comunicação social. Basta uma simples busca na Internet para verificar que muitos filmes, seriados e novelas apresentam erros grotescos.

Chespirito dispunha de poucos recursos para produzir seus trabalhos, o que de certa forma minimiza sua "culpa no cartório". Apesar de tudo, somente os mais atentos aos detalhes observam tais erros de gravação.

Eu não havia notado nem um décimo deles até hoje. E não é só no Chaves que tais erros aconteceram. O Polegar Vermelho também não escapou.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Chico Anysio (12/04/1931 - 23/03/2012)

Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, conhecido como Chico Anysio, foi um humorista, ator, dublador, escritor, compositor e pintor brasileiro, notório por seus inúmeros quadros e programas humorísticos na Rede Globo, com a qual tinha contrato até 2012.

Ao dirigir e trabalhar ao lado de grandes nomes do humor brasileiro no rádio e na televisão, como Paulo Gracindo, Grande Otelo, Costinha, Walter D'Ávila, Jô Soares, Renato Corte Real, Agildo Ribeiro, Ivon Curi, José Vasconcellos e muitos outros, tornou-se um dos mais famosos, criativos e respeitados humoristas da história do país.

Chico Anysio mudou-se com sua família para o Rio de Janeiro, quando tinha seis anos de idade. Decidiu tentar fazer um teste para locutor de rádio. Saiu-se excepcionalmente bem, ficando em segundo lugar, somente atrás de outro jovem iniciante, Sílvio Santos. Na Rádio Guanabara, era radioator, comentarista de futebol, participou do programa "Papel Carbono", de Renato Murce. Na década de 1950, trabalhou nas rádios "Mayrink Veiga", "Clube de Pernambuco" e "Clube do Brasil". Nas chanchadas da década de 1950, Chico passou a escrever diálogos e, eventualmente, atuava como ator em filmes da Atlântida Cinematográfica.

Em 1957, na TV Rio, estreou o "Noite de Gala". Em 1959, estreou o programa "Só Tem Tantã", lançado por Joaquim Silvério de Castro Barbosa, mais tarde chamado de "Chico Total". Além de escrever e interpretar seus próprios textos no rádio, televisão e cinema, sempre com humor fino e inteligente, Chico se aventurou com relativo destaque pelo jornalismo esportivo, teatro, literatura e pintura, além de ter composto e gravado algumas canções.

Chico Anysio foi um dos responsáveis pela intermediação referente ao exílio de Caetano Veloso em Londres. Quando completou dois anos de exílio, Chico enviou uma carta para Veloso, para que este retornasse ao Brasil. Caetano e Gilberto Gil haviam sido presos em São Paulo, duas semanas depois da decretação do AI-5, o ato que dava poderes absolutos ao regime militar. Trazidos ao Rio de carro, os dois passaram por três quartéis, até viajarem para Salvador, onde passaram seis meses sob regime de prisão domiciliar. Em seguida, em meados de 1969, receberam autorização para sair do Brasil, com destino a Londres, onde só retornariam no início de 1972.

Desde 1968, encontra-se ligado à Rede Globo, onde conseguiu o status de estrela, num "cast" que contava com os artistas mais famosos do Brasil, e graças também à relação de mútua admiração e respeito que estabeleceu com o executivo Boni. Entre as atrações, destaque para "Chico City" (1973-1980), "Chico Total" (1981 e 1996) e "Chico Anysio Show" (1982-1990). Alguns desses personagens quase que se misturam à história da televisão brasileira, como o ator canastrão Alberto Roberto, o pão-duro Gastão Franco, o coronel Pantaleão, o pai-de-santo Véio Zuza, o velhinho ranzinza Popó, o alcoólatra Tavares e sua mulher Biscoito, interpretada por Zezé Macedo, e o revoltado Jovem.

Com o passar dos anos, novos tipos eram criados e incorporados ao programa: o funcionário da TV Globo Bozó, que tentava impressionar as mulheres por conta de sua condição, o mulherengo e bonachão Nazareno, sempre de olho nas serviçais, o político corrupto Justo Veríssimo, e o pai-de-santo baiano e preguiçoso Painho são alguns dos mais populares. Apresentada como quadro em outros programas desde a década de 1980, a "Escolinha do Professor Raimundo" tornou-se uma atração independente em 1990. No ar até 2002, o humorístico lançou toda uma geração de comediantes. Entre os "alunos" revelados pelo "professor Chico" estão Claudia Rodrigues, Tom Cavalcante e Claudia Gimenez.

Nos anos 1990, após a saída de Boni da Globo, Chico perdeu paulatinamente espaço na programação, situação agravada em 1996 por um acidente em que fraturou a mandíbula. Em 2005, fez uma participação no "Sítio do Pica-Pau Amarelo", onde interpretava o "Dr. Saraiva" e, recentemente, participou da novela Sinhá Moça, na Rede Globo. Além disso, Chico também atuou em novelas e especiais da Globo, como "Pé na Jaca", "Guerra e Paz" e "A Diarista". Chico Anysio também teve um quadro fixo no Fantástico, de 1974 a 1991, e supervisionou a criação no programa "Os Trapalhões" no início dos anos 1990.

A incursão mais recente de Chico Anysio no cinema foi como dublador. É dele a voz do protagonista da animação "Up - Altas Aventuras", animação do estúdio Pixar. Antes disso, o humorista fez uma participação especial no recordista de bilheteria "Se Eu Fosse Você 2" (2008), de Daniel Filho. Em 1996, em "Tieta", de Cacá Diegues, o humorista interpretou o personagem Zé Esteves, pai da personagem-título. O trabalho coincidiu com o aniversário de 25 anos da estréia de Chicono cinema, na pornochanchada "O Doce Esporte do Sexo". Antes, havia participado de comédias como "Mulheres à Vista" e "Cacareco Vem Aí".

Em 2011, em sua última aparição pública, recebeu o prêmio especial do Júri do Festival do Rio pelo seu desempenho no longa "A Hora e a Vez de Augusto Matraga", do diretor Vinícius Coimbra. Ele fez questão de receber o Troféu Redentor pessoalmente, mesmo de cadeira de rodas.

Além de se dedicar ao humor, Chico também foi artista plástico. Apaixonado pela pintura, retratou paisagens ao redor do mundo a partir de fotografias que tirava dos países que visitava. Realizou exposições de seus quadros em diversas galerias do Brasil e chegou a afirmar que gostaria de ter dedicado mais tempo à atividade. Foi autor de 21 livros, tendo publicado vários best-sellers na década de 1970, como "O Batizado da Vaca", "O Telefone Amarelo" e "O Enterro do Anão". Sua última publicação foi "O Canalha", lançada em 2000.

Outra de suas obras de destaque na literatura é o bem humorado manual "Como Segurar Seu Casamento", também de 2000. "Não dou conselhos, transmito os erros que cometi e foram cometidos em cinco casamentos. Conviver é a arte de conceder. Essa troca de concessões gera a convivência harmônica", advertiu os leitores.

2011 Pescarolo Sport LMP1 - Circuit de la Sarthe - Romain Bernard - Onboard


2012 Audi TT RS


quarta-feira, 21 de março de 2012

Uma imagem

Ayrton Senna 52 anos

Se ainda estivesse entre nós, estaria correndo em que categoria? Palpites?

Gigante Na Copa. Gigante Para Sempre.


Vídeo apresentado na cerimônia de assinatura do contrato de parceria entre a Andrade Gutierrez e o Sport Club Internacional para a reforma do estádio da Beira-Rio.

O mundo não mudou tanto assim, mas o Palio mudou. E como mudou.


JavaScript e linguagens de pré-compilação

Eu sei que JavaScript não é uma linguagem que vai agradar a todo mundo, mas é a linguagem que roda nativamente em qualquer navegador com uma performance que não deixa nada a desejar. O que poderiam reclamar do JavaScript seria no máximo a sintaxe. Particularmente é questão de gosto.

Problemas? Todas as linguagens têm. Porém, como todas que têm uma boa comunidade ativa, ganham melhorias e novas características bem interessantes, assim como as APIs do HTML5 que já estão por aí e o ECMAScript 6 que vai trazer ótimas novidades.

Mesmo considerando toda a questão de gostos pessoais – e respeito muito isso – ainda acho que não podemos fugir da busca pela qualidade para atender uma vontade individual.

Ou seja, assim como para fazermos o melhor não deixamos de escrever em Java para apps de Android, em Objective-C para apps de iPhone, em Ruby para apps em Rails, utilizar qualquer outra pré-linguagem que compile para JavaScript para execução em navegador é algo que não parece ser a melhor opção.

A melhor linguagem que pode ser compilada para JavaScript é o próprio JavaScript. Tenho certeza das minhas interações pelo código e da qualidade do mesmo, assim como posso encontrar outro profissional bom na linguagem para entender o que está acontecendo. Estaríamos falando da mesma linguagem e a qualidade no código seria um facilitador para essa colaboração.

Outro ponto que acredito ser crucial: não somos únicos. Quando um programador sai da empresa, morre ou esteja em qualquer situação em que não escreva mais o código de determinada aplicação ele simplesmente não leva o código junto com ele, a menos que aquilo seja intencional.

O legado de um código é ensinar para uma pessoa nova aquilo o que está acontecendo. Se eu preciso de um novo profissional quando tenho um aplicativo em CoffeScript, qual linguagem eu devo exigir dele? CoffeScript, Javascript ou as duas?

O dia que encontrar um profissional que saiba apenas CoffeScript, vou acreditar que ele é totalmente incompleto e que teria o mesmo nível de quem somente aprendeu pseudo-código, sem me importar com o tempo que ele possui de experiência.

Como ele vai entender a real situação do meu aplicativo e todos os pontos que poderíamos melhorar? Como ele vai saber se tem ali um JavaScript bem escrito e funcional?

Em outras palavras, usar linguagens de pré-compilação me parece um verdadeiro "eXtreme Go Horse", do tipo que se funcionar, tudo bem, não se importando com o que estiver no meio do caminho.

iMasters

terça-feira, 20 de março de 2012

Fórmula Truck - Beto Monteiro - Scuderia Iveco - Autódromo Internacional Velopark - Onboard


Kawasaki Ninja ZX-12R. The fastest machine we have ever built.


Top Gear: Renault Avantime vs. Mitsubishi Evo X 300


É isso mesmo que você leu no título!

James May, Jeremy Clarkson e Richard Hammond foram desafiados a fazer um Renault Avantime ficar tão rápido quanto um Mitsubishi Evo X 300, gastando-se apenas a metade do que o carro japonês custava, ou seja, deveria-se investir apenas 15 mil libras esterlinas na preparação da minivan francesa.

Tentaram até usar o aerofólio traseiro de um Fórmula 1 da equipe Honda!

Será que eles conseguiram? Faça suas apostas e aperte o play.

Airbag para motos chega ao Brasil


Os motociclistas brasileiros poderão contar com mais um acessório para a sua segurança a mais: o airbag! Exatamente isso que você leu! O sistema, criado com o mesmo princípio dos airbags de automóveis, é um colete que promete reduzir em mais de 80% os índices de fraturas e lesões provocadas por acidentes.

Quando o motociclista é projetado para longe da motocicleta, um cabo preso ao veículo aciona o colete, que infla em até 0,25 segundo, criando uma barreira protetora para pontos do corpo como tórax, coluna vertebral, cóccix e cervical. O cartucho de gás CO2 que faz o sistema inflar pode ser substituído, o que torna o produto reutilizável.

Uma das empresas que traz a novidade para o país é a marca japonesa Mugen Denko, que criou e patenteou o produto. São três modelos de jaqueta à venda na internet, que custam de 1.799 a 2.762 reais, e o cartucho de CO2 pode ser adquirido por 73 reais. Para os motociclistas que procuram um preço mais acessível, o site airbag moto oferece um modelo mais barato por 479 reais, e o cilindro por 49 reais.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Terrafugia Transition

Terrafugia Transition
Após seis anos de planejamento, a Terrafugia começa a produzir seu carro-avião: o Transition. Já foram feitas cem reservas, pelo valor de 10 mil dólares cada uma, e algumas unidades já devem ser entregues no final de 2012. O primeiro avião do mundo que se transforma em carro acabou sendo classificado pelos órgãos estadunidenses de "aeronave esportiva leve", custa a partir de 279 mil dólares, e será apresentado no Salão de Nova Iorque.

O Terrafugia Transition tem capacidade para dois ocupantes e seu tanque, que possui 87 litros de capacidade, pode ser abastecido com gasolina comum, em qualquer posto de combustíveis. O motor Rotax produz 101 CV, o suficiente para fazer o veículo alcançar os 105 km/h na estrada, tendo um consumo de 14,9 km/l. Já no ar, o avião pode voar até 724 km com uma velocidade máxima de cruzeiro de 172 km/h, gastando 18,9 litros por hora.

Acionando apenas um botão, as asas do Transition são dobradas em 30 segundos, e o veículo passa a ter de 2,3 metros de largura, ao invés de 8 metros com as asas na posição horizontal. o veículo possui vidros de plástico, para proteger os ocupantes de batidas com pássaros, e tem pneus especiais para pouso. Para pilotá-lo, é preciso um treinamento de vinte horas.

Vodafone Live! How are you? (With Michael Schumacher and Rubens Barrichello)


2012 Porsche 911 driven at Porsche Experience Centre Silverstone


Formula Truck by Reiza Studios - First Preview Video


domingo, 18 de março de 2012

2012 12 Hours Of Sebring Highlights


Start




Marcel Fässler Audi R18 Onboard




Onboard Mix




Crazy Traffic




Darren Turner loses wheel




Henry Richard Big Crash




GT Lead Battle: Uwe Alzen vs. Joey Hand vs. Tommy Milner




Henrique Cisneros Big Crash




Finish | Dramatic Battle in GT Beretta vs Hand


O ano 2000 chegou. De Vectra. Em nome do vento, parabéns!


O rock brasileiro dos anos 1980


O programa "Aconteceu", da RedeTV, revirou o baú de preciosidades do rock brasileiro produzido na década de 1980. Os repórteres Marcelo Medeiros e Gabriela Zottis garimparam histórias, curiosidades e bastidores do movimento musical no Brasil, e entrevistaram os ícones dessa geração, como Nasi, do Ira, Marcelo Nova, do Camisa de Vênus, Clemente, dos Inocentes, Marcelo Bonfá, da Legião Urbana, Roger, do Ultraje a Rigor, Frejat, do Barão Vermelho, Branco Mello, dos Titãs, e os Paralamas do Sucesso.

Com influências do punk, da cena pop, da onda new wave, e uma pitada de reggae, as bandas de rock dos anos 1980 ganharam espaço em Porto Alegre, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. As letras de Cazuza e Renato Russo traduziram os pensamentos de toda uma geração.

Os anos 1980 apontavam para um cenário político mais favorável. O país se livrara da ditadura militar, mas os fantasmas da repressão ainda rondavam o cenário cultural. Muitas bandas de sucesso tiveram seus discos riscados pelos censores, literalmente falando...

Iron Maiden ganha versão acústica em violão de nylon


A banda Iron Maiden imediatamente remete ao mais visceral rock heavy metal. Porém, um guitarrista belga promete convencer do contrário com um violão de nylon. O projeto The Nylon Maiden, difundido pela internet, chamou tanta atenção que Blaze Bayley, ex-vocalista do Iron Maiden, resolveu convidar o belga para participar de uma canção sua e prometeu participar do futuro álbum do belga, com o projeto de música clássica. Blaze ainda o contratou como guitarrista na turnê de sua banda.

sábado, 17 de março de 2012

Spencer Pumpelly - Porsche 997 GT3 Cup - Sebring International Raceway - Onboard


A Golf United TDI for 14 990 Euros. Brand new.


Jeremy Clarkson: Thriller


Um DVD de Jeremy Clarkson, onde ele testa alguns supercarros como Aston Martin DBS, Maserati Gran Turismo, Alfa Romeo 8C Spider, Lamborghini Gallardo, Ferrari 430 Scuderia, Nissan GTR, Mercedes CLK AMG Black Series, entre outros.

Os pontos altos do documentário são quando Jeremy manda colocar um lançador de foguetes num Porsche 924 Turbo, para destruir radares controladores de velocidade, uma caminhonete que trabalha na manutenção de rodovias, que mais tarde é destruída quando um emorme motor diesel é jogado em cima dela, e um ônibus de dois andares típico da Inglaterra, além de acelerar um Porsche 911 Turbo na Autobahn, um Mercedes-Benz SLR McLaren 722 GT no Snetterton Motor Racing Circuit, e o Stig destruindo um station wagon Mercedes, movido a diesel, com dinamite.

Kart Racing Pro - Hoddesdon Preview - Work In Progress


sexta-feira, 16 de março de 2012

Dodge Viper Convertible Limousine

Dodge Viper Limousine by Unique Movie cars
A Sam's Town 300, etapa da NASCAR Nationwide Series em Las Vegas, foi testemunha ocular do primeiro Dodge Viper limusine conversível, que foi o primeiro carro a entrar na pista no final de semana da corrida, e no qual esteve Oscar Goodman, o diretor da prova.

O carro foi criado pela Unique Movie Cars, que é especialista em criar modelos especiais para a sétima arte. A empresa já criou carros para as franquias "Indiana Jones" e "De Volta Para O Futuro". O Viper em questão tem 7,62 metros de comprimento e aparenta ter espaço para 12 pessoas.

Winners go with Bell.

Dan Gurney, winner of Rex Mays 300 (Riverside, Calif, 1967), Mosport 200 (Mosport, Ontario, 1968), Motor Trend 500 (Riverside, Calif, 1968)

Bentley Continental GT V8 engine computer animation


Scary car accident in Russia on dashcam!


quinta-feira, 15 de março de 2012

SAAB 9-3 TTA Touring Car


Ainda permanecem as dúvidas sobre o futuro da SAAB, pelo menos no que diz respeito aos carros de rua, pois no esporte a motor a marca está "vivinha da silva". A equipe sueca Flash Engineering revelou o SAAB 9-3 TTA Touring Car. Quatro veículos competirão na Swedish Racing Elite League. "Esperei quarenta anos por um duelo nas pistas entre a SAAB e a Volvo", disse o diretor da equipe Flash Engineering, Jan Nilsson.

SAAB lives with Flash Engineering in the Swedish Racing Elite League

SAAB is going to live on despite the recent receivership with four newly developed SAAB 9-3 in the TTA – Racing Elite League in 2012.
Flash Engineering and Team Tidö launches a tribute to SAAB's journey during the years in the form of Tribute2SAAB in this year's Swedish Racing Elite League.

Jan "Flash" Nilsson, Mattias Andersson, Linus Ohlsson and a yet to be revealed driver is going to represent SAAB on the Swedish tracks and take on the fight with Volvo, BMW and Citroën in the Racing Elite League.

"I have longed for 40 years to see the fight between SAAB and Volvo on the race tracks. It becomes reality this summer and my biggest dream is to get all SAAB fans to the TTA races to cheer us on," said Jan "Flash" Nilsson, driver and Managing Director of Flash Engineering.

"I had a real 'wow-feeling' when I saw the SAAB in TTA-design for the first time. It is going to be great fun racing with a Swedish car and most of all to pick up the classic SAAB versus Volvo fight that has been going on since I was a child. I am for sure looking forward to the coming season," said Mattias Andersson, former IRL and CART driver.

"It is going to be great to race with SAAB, a car that always has been special for me. It is a really strong feeling to step up to the Racing Elite League with Team Tidö and Flash Engineering this year and I am going to do my utmost to deliver top results," said Linus Ohlsson, third in the Carrera Cup Scandinavia 2011.

"You don't have to be much of a patriot to suffer with SAAB and their employees. I have had the fortune to meet many of SAAB's motorsport drivers during my few years within the sport such as Stig Blomqvist and more. That is why it is going to be extra fun to race a SAAB in TTA. SAAB has lead much of the development for the cars of the world and now Team Tidö and Flash Engineering wants to lead the development within Swedish motorsport with TTA," said David von Schinkel, Managing Director of Team Tidö.

"I am very proud to have been a part of SAAB. I think that the initiative of Flash Engineering to honor SAAB is amazing and you understand that there is so much feelings surrounding SAAB with the Swedish people," said Jan-Åke Jonsson, Managing Director for SAAB Aotomobile AB from 2005 to 2011.

Parts of SAAB that still live on is going to be involved in Flash Engineering and Team Tidö's programme and SAAB Parts is going to support the team.

"We think that this is an amazing effort and it is great that Flash Engineering and Team Tidö is lifting SAAB as a car with this tribute. It does also give us a great opportunity to show that we are still alive, taking care of SAAB cars at 160 authorized workshops around Sweden," said Thomas Sundström, director of SAAB Parts Sweden.

The SAAB Dealer Organisation is also supporting Flash Engineering and Team Tidö's efforts in the Racing Elite League 2012.

"We have done an amazing journey with SAAB throughout the years and it is going to be great fun to watch the success of Flash Engineering and Team Tidö on the racing tracks this year in the TTA and we are going to follow it closely," said Peter Hallberg, Managing Director of SAAB Dealer Organisation.

"We at Björkmans Bil in Västerås are very positive towards this programme and we are looking forward to take customers out to the races. It is going to be an exciting project and it is going to be great fun to follow Flash Engineering and Team Tidö on the tracks this year, especially by having Team Tidö as a team close to our facilities," said Anders Björkman, Managing Director of Björkmans Bil in Västerås.

SAAB Motorsport History

1962 – First Monte Carlo victory – Erik Carlsson – SAAB 96
1973 – First WRC victory – Stig Blomqvist – SAAB 96 V4
1979 – First WRC turbo victory – Stig Blomqvist – SAAB 99 Turbo
1984 – First Rally cross European Title – Anders Norstedt – SAAB 900
1997 – First Rally cross Swedish Title – Per Eklund – SAAB 900
2000 – First Pikes Peak victory – Per Eklund – SAAB 9-3

SAAB's motorsport history is extensive and started with the very first models in the fifties. Erik "Carlsson On the Roof" was one of the first drivers scoring international success with SAAB, claiming, among other things, two victories in the Monte Carlo Rally.

"It brings warmth to my heart that SAAB is going to live on the racing tracks this year. I have got so many great memories with SAAB. I am really glad to see that there are people still burning with love for dear SAAB, especially as SAAB is and has been such a big thing for the Swedish people," said Erik Carlsson "On the Roof".

Three other big SAAB names that have scored success with the Swedish brand is Stig Blomqvist, Per Eklund and Åke "Bryggarn" Andersson.

"Without SAAB and their help, I would not have been where I am in motorsport today. SAAB has been leading the development of technology in cars and the things happening now is really sad. That is why it is great that Flash Engineering and Team Tidö celebrates SAAB. Who knows, perhaps my son Tom Blomqvist (part of McLaren's junior programme) can drive SAAB one day as well," said Stig Blomqvist, WRC champion of 1984.

"SAAB is dear to me. I am right now working on the completion of two SAAB cars to compete with in the USA, so SAAB is very much alive for me. It makes me happy to hear about Flash Engineering and Team Tidö doing something this radical when the news about SAAB is mostly negative. Good luck with TTA," said Per Eklund, European Rally Cross champion of 1999.

"SAAB has meant a lot for me and my career. I am really glad that they are putting the spotlight on SAAB through Tribute2SAAB. Thanks to my cooperation with Team Tidö within historical racing, I have been able to follow this project up close and it is impressive to say the least. It is also great that Jan "Flash" Nilsson is helping a junior programme, that is really needed. It is going to be interesting to follow TTA," said Åke "Bryggarn" Andersson, winner of the 1966 WRC of Sweden.

Flash Engineering and Team Tidö is going to test the SAAB for the first time at a secret location next week, visit www.flashengineering.se for more information!

Volkswagen Golf GTI. The desire is in the detail.


Pageview não é métrica!

Há 15 anos, quando a Internet surgiu como plataforma de negócios, medir a quantidade de páginas vistas era interessante. Primeiro porque era algo totalmente novo, segundo porque não se tinha tanto o que mensurar (além dos sites serem grandes "folders digitais", não se tinha muitas pessoas com acesso a Internet).

Hoje a história é bem diferente. Com o crescimento dos sistemas de métricas é possível mensurar muito mais o que acontece na web. Na verdade é preciso fazer isso se quisermos medir a performance do site com o qual estamos trabalhando. Profissionais de planejamento estratégico digital são os grandes responsáveis por transformar toda essa métrica em estratégias de ação.

Planners transformam dados em informação estratégica. As métricas são essenciais para isso, entretanto o mercado anunciante ainda tem uma resistência a elas, seja por acreditar que métricas só servem para banners em campanhas ou por pensar que usar o Google Analytics basta.

Pensemos além disso. Usar Adservers em campanha é algo fundamental, pois são essas ferramentas que mostram a performance da campanha. Então por que não medir a performance do site?

Não medir essa performance deixa o trabalho incompleto. O Google Analytics nos traz informações interessantes sobre as ações. Sabemos quantas pessoas vieram ao site, de onde (Google, direto, redes sociais etc.), quanto tempo ficaram, qual horário entram mais, quais são as páginas mais vistas. Até ai, OK, mas precisamos saber mais e a Internet pode mais!

Imagine o quanto um anunciante não ia ficar feliz em saber que sua loja física aumentou em 15% as visitas e 20% as vendas porque 30 pessoas foram impactadas pela campanha na revista, 200 na TV, 100 no rádio. Saberia exatamente qual a revista ou programas (TV e Rádio) a pessoa tinha visto, saberia que 120 pessoas chegaram à loja porque viram na vitrine o que queriam e mais 250 foram indicadas por clientes. Isso seria maravilhoso, certo? Na web isso é possível há muito tempo.

Não deve-se crer que esse mesmo lojista iria gostar apenas de aumento em visitas a loja. Imagine a frustração do dono da loja ao investir em mídia, levar um grande número de pessoas à loja, que vão visitar cada departamento, ver cada um dos produtos e não comprar nada. O lojista vai querer vender!

Medir pageviews é a mesma coisa. Anunciantes que acreditam que pageview é métrica estão atrasados com relação ao momento 2.0, 3.0, 4.0 que seja, que estamos vivendo na Internet. Estamos vivendo uma era que até Unique Visitors podem ser questionados. Vivemos uma época de performance da web. E performance passa, basicamente, pelo conceito de conversão! Sem conversão, não há resultado e logo não se mede retorno/performance algum.

Planners, comecem a pensar além de pageview, unique vistior e Google Analytics. Vamos defender a performance do site com unhas e dentes aos nossos clientes. Melhor 100 pessoas entrando e convertendo do que 1.000 curiosos que entram no site e não fazem nada, além de dar um ponto para pageview!

iMasters

Russian Parking Like a Boss!


terça-feira, 13 de março de 2012

Mercedes AMG F1 W03 Aerodynamic W-Duct


Dispositivos aerodinâmicos acionados pelo piloto estão proibidos na Fórmula 1, com exceção do DRS. No entanto, o engenheiro espanhol Diego Cano Zuriguel, que trabalha no Mercedes AMG F1 W03, criou um dispositivo que promete dar o que falar na temporada 2012.

Trata-se do "W-Duct", um sistema de direcionamento do fluxo de ar para a a asa dianteira, que fica localizado no bico do carro. Internamente, compõe três canaletas. Quando o carro está percorrendo uma reta, o ar passa pela canaleta do meio. Quando o carro está negociando uma curva à esquerda, o fluxo de ar é direcionado para a canaleta direita, e no momento em que o carro está negociando uma curva à direita, maior quantidade de ar passa pela canaleta esquerda.

As canaletas laterais direcionam o ar para o lado da asa dianteira interno à curva, através de dutos internos que vão desde o sistema até pontos estratégicos, como mostra a figura abaixo. O vídeo acima exemplifica o sistema usando o simulador rFactor com uma Ferrari, mas se aplica na realidade somente ao carro da Mercedes AMG.
Mercedes AMG F1 W03 Aerodynamic W-Duct
O sistema é parecido com o F-Duct, mas, ao contrário do sistema que foi banido em 2011, é usado em todo o circuito ao invés de somente nas retas. Ele anula o downforce em certas partes da asa dianteira para privilegiar o grip nas curvas e a velocidade final em retas.

Die Klassiker von VW. Volkswagen. Aus Liebe zum Automobil.


Bentley Speed 8 - Silverstone Circuit - Guy Smith - Onboard


Head On Russian car crash! Crazy!


KART CROSS | DRIVETRIBE | BECOME A MEMBER