Mostrando postagens com marcador Futebol. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Futebol. Mostrar todas as postagens

Ofensas a Dietmar Hopp e protestos contra a DFB põem em evidência contraste entre tradição e modernidade na gestão do futebol na Alemanha

Hoffenheim vs. Bayern Munich has been interrupted after some away team supporters insistently displayed "Hopp bleibt ein du hurensohn!" plus other banners insulting Hoffenheim benefactor Dietmar Hopp
Quem sintonizou o televisor no sábado, 29 de fevereiro de 2020, para assistir ao jogo entre Hoffenheim e Bayern de Munique, válida pela Primeira Divisão do Campeonato Alemão, acompanhou um desenrolar de partida atípico.

Logo nos primeiros quinze minutos de partida, o placar já apresentava a contagem de três tentos a zero a favor do time da Bavária. O domínio do time de vermelho prevaleceu do decorrer da partida. Na segunda etapa, o Bayern dobrou o número de gols marcados.

Por volta da segunda metade, o placar estava seis a zero para o time visitante. Então, os poucos torcedores do Bayern Munich exibiram faixas com protestos à Deutscher Fußball-Bund e ofensas direcionadas a Dietmar Hopp, presidente do Hoffenheim.

Os jogadores do time visitante pediram que as bandeiras e faixas correspondentes aos protestos e ofensas fossem retiradas. A partida prosseguiu até o septuagésimo-nono minuto, quando os mesmos torcedores voltaram a protestar da mesma maneira.

O árbitro imediatamente interrompeu a partida, chamou as equipes para deixarem o campo e todos retornaram aos vestiários. Após vários minutos de interrupção, os jogadores, em conjunto com a arbitragem, decidiram retornar ao gramado, e continuaram o jogo, mas, ao invés de disputarem a bola com determinação e veemência, tiveram apenas alguns momentos de descontração, tocando a bola um para o outro, realizando alongamentos pós-partida, praticando movimentos típicos de treinamento diário.

Quem, assim como eu, estava assistindo à partida, e ficou sem entender nada do que estava acontecendo, e não acompanha com assiduidade o Campeonato Alemão de Futebol, precisa ir mais a fundo para compreender a história em torno dos protestos. Eu fiz exatamente isto. Então, senta que lá vem a história.

Você já reparou que a situação atual do Neymar pode ser resumida numa seleção de músicas do The Police?

Video Briga Neymar Najila Trindade
"Next to You eu sentia Every Breath You Take.

Bring on the Night, eu senti que estava Hungry For You e disse Be My Girl.

No outro dia, você me chamou e gritou Don't Stand So Close to Me.

Eu fui Driven To Tears. Agora há um Hole in My Life e eu me sinto o King of Pain.

Então, eu falei a todos o que aconteceu e mostrei que a Truth Hits Everybody."

Como a Turma do Chaves assistiu à Copa do Mundo 2018


A campanha da Seleção Brasileira na Copa do Mundo 2018 foi, como sempre, acompanhada de perto por todos os compatriotas. É claro que neles se incluem os moradores aquele cortiço em São Paulo onde vivem Chaves e sua turma.

Tudo estava indo muito bem para a Seleção Canarinho Pistola, até que Dona Clotilde, ahn, quero dizer, a Bruxa do 71 resolveu aprontar uma magia, para passar uma zica básica para os jogadores brasileiros.

Enfim, o Brasil perdeu para a Bélgica, e caiu nas quartas-de-final da Copa do Mundo 2018. Vai embora da Rússia mais cedo.

Para completar, Seu Madruga queria um pouco de paz para respirar, e deu seu jeitinho...

Ohne Worte! Jornal alemão Bild reedita capa "Sem Palavras" do 7 a 1 após vexame na Copa do Mundo 2018

Ohne Worte! Bild Tabloid Deutschland Germany World Cup 2014 7X1 Brazil 2018 0X2 South Korea
Na Copa do Mundo 2018, a Alemanha foi eliminada precocemente na fase de grupos. É a primeira vez na história da Seleção Alemã de Futebol que isso acontece.

Com este fiasco concretizado, o tabloide alemão "Bild" reavivou a mesma capa que editou quatro anos atrás, após o também histórico 7 a 1 sobre o Brasil na Copa 2014, e usou a mesma descrição "Sem Palavras".

Fábio André Koff (13/05/1931 - 10/05/2018)

Fábio Koff Grêmio
Fábio Koff foi um juiz de direito e presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense em quatro mandatos, de 1982 a 1983, de 1993 a 1997, quando foi reeleito em 1995, e de 2013 a 2014. Além disso, foi também jogador de futebol, técnico de futebol e presidente do Clube dos 13, a associação dos 20 maiores clubes de futebol brasileiros.

Influenciado pela esposa, Ivone, cursou a faculdade de Direito em Passo Fundo. Exerceu a profissão de Juiz de Direito, onde passou a fazer uma turnê pelo interior do Estado do Rio Grande do Sul. Também trabalhou em Flores da Cunha, Frederico Westphalen, São Jerônimo, Canoas e Porto Alegre.

Em 2016, foi lançado o livro "Fábio André Koff: Memórias e Confidências. O Que Faltou Esclarecer", pela editora gaúcha AGE, sendo uma biografia escrita através de depoimentos concedidos a Paulo Flávio Ledur e a Paulo Silvestre Ledur, onde o ex-presidente do Grêmio conta em detalhes como foram os bastidores das principais conquistas do clube, bem como a sua carreira como dirigente do Clube dos 13.

Fábio Koff assumiu a presidência do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense em 1982. Durante aquela temporada, foi extremamente criticado pela torcida do Grêmio, por causa da perda do Campeonato Gaúcho para o Internacional. A pressão aumentou ainda mais no final do ano, quando o Grêmio ficou com o vice-campeonato Brasileiro, perdendo para o Flamengo.

As críticas aumentaram, os muros de Porto Alegre ecoavam "Fora Koff", e muitos achavam que Fábio não continuaria na presidência no ano seguinte. Mesmo assim, depois do aval da família, vocábulo este que Fábio redefiniu como "esposa".
Grêmio Campeão Mundial Interclubes 1983
Acabou ficando para a temporada 1983. Na metade daquele ano, com a conquista da primeira Libertadores da América, a frase dos muros de Porto Alegre, que antes dizia "Fora Koff", passou a dizer "Fora Koff: Vai Pra Tóquio".

No final de 1983, quando o Grêmio foi para o Japão e conquistou o Mundial Interclubes, o ano de 1983 acabou se tornando considerado o ano mais glorioso da história do clube, e aquela temporada ficou mais conhecida como "O Ano Azul".

Tornou-se candidato único à presidência do Grêmio no final daquele ano, e acabou reeleito presidente do clube, e tornou-se considerado por boa parte da torcida, ao lado de Hélio Dourado, um dos maiores dirigentes da história do clube.

Recuperado de um câncer, e novamente com o aval da família, voltou a dirigir o clube nos anos de 1993 a 1996, e novamente obteve grandes conquistas, como a Copa do Brasil, em 1994, a Libertadores da América, em 1995, a Recopa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro em 1996. Ainda em 1995, o Grêmio foi vice-campeão do Mundial Interclubes, ao perder nos pênaltis para o Ajax, time holandês que, naquele ano, vinha de uma série de quase 50 partidas sem perder.

Dennis van Duinen perde o gol mais feito de todos os tempos!


Dennis van Duinen, jogador holandês de futebol amador, 20 anos, que atua pelo Voetbalvereniging Harkemase Boys, ficou famoso ao redor do mundo. Não pela sua habilidade, mas por sua péssima pontaria.

Em partida contra o Voetbalvereniging Capelle, válida pela Quarta Divisão Holandesa, o meia arrancou do meio de campo, passou por um zagueiro, driblou o goleiro e, na entrada da pequena área, com o gol à sua frente, fez o mais difícil: chutou por cima da meta!

O Harkemase vencia o jogo por 2 a 0 contra o Capelle naquele momento. Parece que a sensação de incredulidade do gol incrivelmente perdido contagiou o time, pois o Harkemase tomou a virada no placar, e o Capelle venceu a partida por 3 a 2.

O jornal britânico "The Sun" classificou o lance como o gol feito mais perdido da história do futebol. Exagero por parte do tabloide ou certeira constatação?

Enquanto isso, na Rússia...

FIFA Confederations Cup Russia 2017 - Portugal vs. Mexico - Substitution Out 18 In 18
- Alteração!
- Sai quem?
- O 18.
- Entra quem?
- O 18.
- Eu já sei quem sai, quero saber quem entra.
- Pois é, o 18.

Goleiro defende pênalti, zagueiro vai abraçá-lo e provoca gol contra bizarro


Em partida válida pela Segunda Divisão do Campeonato Turco Sub-21, o goleiro do Büyükşehir Gaziantepspor defendeu um pênalti. Empolgado, o zagueiro Yunus Yilmaz foi parabenizar o goleiro com um abraço, mas prensou a bola entre eles, rolou por baixo e acabou pateticamente entrando no gol.

Nunca a expressão "a vida imita a arte" fez tanto sentido: é que o lance é muito parecido com uma cena presente no filme "Os Trapalhões e o Rei do Futebol". Pelé era o goleiro e defendeu um pênalti. Didi, jogador de linha, pegou a bola com as mãos e o juiz marcou nova penalidade máxima.

Só que, no cinema, o destino sempre reserva surpresas. O jogador bate o pênalti para fora. Pelé cobra o tiro de meta e marca um gol inacreditável. Veja a cena.

Cycle Ball: conheça o esporte que mistura ciclismo com futebol


Não gosta de futebol, mas curte bicicletas? Então, talvez este vídeo te faça mudar de ideia sobre o esporte com bola.

O Cycle Ball junta o toque de bola com o toque de pedivela, e está muito além de ser apenas um esporte desconhecido e bizarro, ele é chancelado pela Union Cycliste Internationale (UCI), empresa que organiza e fiscaliza o ciclismo ao redor do mundo, e tem grande presença de público, com disputas inclusive entre países.

Dois times de dois jogadores, sendo um goleiro e um jogador de linha, enfrentam-se em dois tempos de sete minutos cada um, em uma quadra de 14 metros de comprimento e 11 metros de largura. O gol é um quadrado de dois metros de lado. A bola pesa 550 gramas e é feita com pêlo de cavalo.

17 de dezembro de 2006: quando o Sport Club Internacional surpreendeu o mundo

2006 FIFA Club World Cup: Adriano Gabiru vs. Víctor Valdés
Há exatos dez anos, a equipe colorada, capitaneada por Fernandão, e comandada por Abel Braga, deixava o mundo do futebol atônito, ao superar as estrelas do Fútbol Club Barcelona, e conquistar o Mundial de Clubes da FIFA.

O gol de Adriano Gabiru criou um divisor de águas na história do futebol do Rio Grande do Sul: o Sport Club Internacional obtia a taça mais desejada por um clube brasileiro, e a mesma que o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense já possuía há 23 anos.

Goleiro norte-coreano sai mal da área, tenta buscar a bola, mas tropeça duas vezes e leva gol


Durante a partida entre Uzbequistão e Coreia do Norte, válida pelo AFC U-16 Championship, o guarda-redes uzbeque Jasurbek Umrzakov faz uma ligação direta ao ataque.

Nenhum jogador de linha alcançou a bola. O goleiro Jang Paek-Ho saiu da área e tentou aparar a bola, mas calculou mal sua trajetória e a pelota passou por ele.

Na tentativa de pegar a bola antes que entrasse no gol que defendia, o goleiro tropeçou duas vezes, e acabou levando o gol, para a consagração do goleiro uzbeque.

Mesmo que não faça mais nada de revelante em sua carreira, Umrzakov já tem histórias para contar a seus netos.

Já Paek-Ho, bem... pelo menos ele pode usar a desculpa de que estava caindo de fome.

David Alaba marca gol contra bizarro em amistoso da Áustria contra Malta


A Seleção Austríaca de futebol realizou um amistoso contra a Seleção Maltesa, válido como preparação para a Eurocopa. Os austríacos marcaram dois gols nos primeiros 20 minutos. Os autores dos tentos foram Marko Arnautović e Alessandro Schöpf.

O lance mais bisonho da partida ocorreu nos minutos finais. David Alaba, capitão da Seleção Austríaca e jogador do Bayern de Munique, recebeu a bola do goleiro Robert Almer na área defensiva, e teve a ideia de recuar a bola novamente para o guarda-redes.

Só que Alaba não contava com o fato de que Almer estava fora do gol. Mesmo correndo e dando um carrinho, o goleiro não conseguiu evitar o gol contra. No entanto, a partida não teve mais gols, e a Áustria saiu vitoriosa.