quarta-feira, 30 de abril de 2008

Super Mario Kart com Force Dynamics



Grand Theft Auto IV - GameSpy Review



Roland Ratzenberger (04/07/1960 - 30/04/1994)

Homenagem do Stop & Go Brasil ao piloto austríaco que morreu quarenta minutos depois de sofrer um acidente a mais de 300 Km/h na curva Villeneuve do extinto autódromo Enzo e Dino Ferrari, na cidade de Ímola, na República de San Marino.





http://sgbrasil.blogspot.com/2008/04/homenagem-roland-ratzenberger.html



terça-feira, 29 de abril de 2008

Ooooops...

O piloto alemão Nick Heidfeld foi à Munique, na Alemanha, fazer uma demonstração do BMW Sauber F1.08 aos funcionários da fabricante do bólido, mas um pequeno erro de percurso e...





Eu já ia pular a proteção e pegar aquele aerofólio para mim.

Descida radical em cadeira com rodinhas!



Grand Theft Auto IV - Gametrailers.com Review



domingo, 27 de abril de 2008

sexta-feira, 25 de abril de 2008

terça-feira, 22 de abril de 2008

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Tá difícil ultrapassar na F1...

...a prova disso está no vídeo abaixo. Lewis Hamilton tenta ultrapassar Giancarlo Fisichella. O carro do italiano gera uma turbulência que faz a asa dianteira do carro do inglês chacoalhar, voltando ao normal quando o piloto da McLaren faz a tomada para a ultrapassagem na curva 1.


domingo, 20 de abril de 2008

Danica Patrick: a primeira mulher a vencer em categoria de ponta




No Grande Prêmio de Motegi, no Japão, terceira etapa da temporada 2008, a piloto norte-americana Danica Patrick conquista a liderança nas últimas voltas, graças a uma estratégia de consumo de combustível da equipe Andretti Green que tornou desnecessário um pit-stop adicional. Assim, ela cruza a linha de chegada e se torna a primeira mulher a vencer no automobilismo top internacional.



Mais informações no site da Band.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

O ápice da Super Aguri

No Grande Prêmio do Canadá de 2007. Takuma Sato ultrapassa Fernando Alonso.

A equipe corre sério risco de fechar, depois que anunciou o rompimento de sua parceria com o Magma Group.



Seu Madruga Professor


Gigantes do Deserto



domingo, 13 de abril de 2008

Vídeos antigos da Caloi

Caloi Cross Extra





Caloi Barra Forte





Caloi Berlineta SB





Caloi 10





Caloi Cecizinha



sábado, 12 de abril de 2008

E eu achei que não era sério...

No verão 2007/2008, a Kibon realizou uma campanha extremamente inovadora. Tratava-se do "iPod no palito", em que bastava comprar um picolé Fruttare e "corria-se o risco" de ganhar um iPod Shuffle, o menor tocador de mp3 do mundo.

Foram congelados dez mil aparelhos dentro de embalagens de silicone e fibra de vidro que imitavam a textura do picolé de frutas.

Também foi necessário empenho para aprovar a promoção junto à Caixa Econômica, já que foi preciso mostrar que a ação não contrariava a lei, e com a logística e a burocracia fiscal, pois dez mil iPods deveriam entrar no Brasil para serem distribuídos por todo o país.

A matéria na íntegra você confere no site da iMasters.

Ar condicionado cai em cima de Fiat Stilo Sporting!









sexta-feira, 11 de abril de 2008

Axl Rose finalmente entrega seu disco 'Chinese democracy' para gravadora lançar

Os alicerces do establishment rock se abalaram nesta quinta-feira com a notícia de que Axl Rose finalmente entregou seu disco "Chinese democracy", na verdade do Guns n'Roses, pronto para a gravadora Geffen após 14 anos e US$ 13 milhões gastos em gravações e regravações. Axl e a companhia estão negociando agora os termos financeiros do contrato para o lançamento, ainda sem data marcada.

Confira a notícia completa no site oglobo.globo.com.

Futuro do Passado

Esse texto já é antigo, mas é excelente!

Naquele dia dez de outubro de 2006, Senna acordou mais cedo do que costumava acordar aos domingos, afinal era dia de GP Brasil de Formula1, e mesmo aposentado desde 1995, quando desiludido com a fragilidade dos carros Williams resolveu que era hora de parar. Havia perdido dois campeonatos, 94 e 95 para um alemão até então desconhecido que pilotava um carro com nome de grife de roupas, mas que se revelara um excepcional piloto ganhando o mundial sete vezes, sendo cinco seguidas, ele já se sentia deslocado no circo.

Os rivais já não eram tão desafiantes.
Já não havia mais Prost, Mansell, e pior Piquet já havia parado, o que impossibilitava Senna de dar o troco daquela ultrapassagem que tomara na Hungria em 86.

Em suma já não tinha tanta graça.

Mas acompanhava a F1 de casa, em Tatuí, onde ficava a sede de suas auto-escolas que se espalhavam em filiais e franquias por quase todo o estado de São Paulo.

Dos antigos amigos mantinha contato com Berger e com Barrichello.
Atendia sempre que podia ao Reginaldo Leme e até quando não podia a Flavio Gomes.
Respondia aos e-mails de Eduardo Correa e vez por outra mandava suas colaborações ao site GPTotal.

Só guiar é que não fazia mais.

Escapara ileso do acidente na Tamburello em 94 e continuou o campeonato com garra e coragem. Ouviu de Prost um sincero "Se fosse comigo eu parava no dia seguinte e nunca mais entrava num carro na minha vida..." e de Piquet um irônico. "P... tinha de ser na mesma curva que eu?"

Pois bem, naquela manhã sentou-se em frente ao enorme aparelho de TV de sua sala de estar cercou-se de muitos quilos de salgadinhos, batatas fritas e outros venenos comestíveis; um punhado de latas de cerveja, afinal ele também era filho de Deus, e não Deus, como queriam crer alguns fãs.
Gritou para sua esposa que estava por perto. "Benhê, não me incomoda agora não que vai começar a transmissão da corrida...!" ao que ela respondeu meio que alienadamente: "Mas de novo Ayrton... Você vê corrida todos os fins de semana... é Formula 1; A1Gp; Formula Indy; Formula Mundial; e até o Super-Classics você assiste... Assim não aguento...".

"Mas amor, a velocidade está no sangue..."
"Ayrton... os Super-Classics nem correm muito."
"Benzinho... mas tem o 96 que é um carro lindo e o Gomes é ótimo piloto...".
"Desisto, fica ai com este ronco de motor na orelha, vai..."

E ele assiste tudo... Os treinos livres da manhã, o warm up, os especiais antes da prova, e finalmente a largada.

Viu Felipe Massa disparar na frente tomar a ponta e não mais perder até a bandeirada final, como ele mesmo cansou de fazer quando corria pelo mundo afora.

A briga principal era entre o alemão e um espanhol, atual campeão mundial que lutava pelo bi. O alemão vencera em Monza e lá mesmo anunciara sua aposentadoria e agora precisava vencer o GP Brasil e torcer para que o espanhol não pontuasse.

O carro do espanhol era um foguete, mas, o alemão era o alemão.
Largou em décimo, em poucas voltas já era o quinto, furou um pneu quando ultrapassou o italiano companheiro de equipe do espanhol. Caiu pra ultimo... Veio se recuperando, passando um por um.

Senna não piscava... passou por Barrichello, Senna não mais mastigava.
Mais uma ultrapassagem.
Senna dava outro gole na cerveja de olhos arregalados.

No fim da reta de largada na entrada do S que leva o nome do brasileiro o alemão encosta no muro, se espreme todo e dá um come num finlandês que faz Senna jogar salgadinhos e cerveja para o alto e gritar. "É gênio, troca o nome deste S pra "S do Schumacher".

Quando acabou corrida e o hino nacional foi ouvido e o alemão não estava no pódio, mas nem precisava estar. Chegou em quarto, ofuscando o titulo do espanhol. No sofá um Senna emocionado ainda ouviu o alemão dizer que estava feliz por ter sido Felipe Massa o primeiro brasileiro a vencer no Brasil depois de Senna. Então Senna ergueu sua lata de cerveja em tom solene e saudou o alemão: "Este é do c..."

Ron Groo.

http://www.rfactor.com.br/content/view/134/1/

Atirador de elite!



Muito loca!

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Chaves: A Invasão (Trailer)


Mario Kart Wii Trailer

Saiu um trailer do Mario Kart Wii, mostrando um acessório interessante: um joystick em formato de volante para encaixar o controle original do console.



Qualquer dia desses, ainda compro um para mim.

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Esqueça o iPhone

Observar o mercado e esquecer o iPhone são os conselhos dados pela revista americana Wired, especializada em tecnologia. Segundo a publicação, o seu próximo aparelho celular provavelmente será mais semelhante ao Nokia N95, cujas possibilidades integram câmera de 5 megapixels, com flash, e um teclado duplo que desliza em várias direções. Além disso, ainda dispõe de acesso à Internet de alta velocidade, GPS integrado e plataforma de código aberto. Estas condições dão o status de opção mais atraente entre as novas tecnologias do mercado móvel. E você pensava que Apple era a única na indústria dos telefones celulares.

Enquanto a idéia do "Telefone de Jesus", em referência ao iPhone, terá em 2008 um efeito significativo para o Marketing do aparelho de Steve Jobs, muitos outros fabricantes estão se mexendo. Eles querem se distanciar do modelo Apple e oferecer soluções atraentes e ofertas compactas de aplicações multimídia e entretenimento com recursos de tela de toque e megapixels. E não há lugar melhor no mundo para perceber essa tendência do que o CTIA Wireless, conferência que termina nesta quinta-feira, em Las Vegas, nos EUA.

De acordo com a Wired, haverá "toneladas" de opções claramente mimetizando o Iphone - até mais do que na edição de 2007.

"A primeira geração de produtos que foram influenciados pelo iPhone foram que já estavam programadas para o mercado", explica Avi Greengart, diretor de pesquisa Current Analysis. "Mas agora, estamos começando a ver definitivamente telefones que estão começando a olhar para interface do usuário em uma tela tátil para proporcionar uma experiência diferente". De acordo com Greengart, Sony e LG têm modelos inspirados no iPhone e que traduzem o conceito de novas possibilidades móveis.

"Iclones" à parte, Wired acredita que o diferencial da feira pode sequer nem ser um aplicativo inovador, mas sim, sistemas operacionais. A plataforma aberta criada pelo Google, denominada como Android, ainda está em desenvolvimento. Algumas versões do projeto já foram mostradas, porém, à portas fechadas.

Texto retirado do Adnews.

Lei seca nos estádios

Recebi de um amigo por e-mail. Texto escrito por Guilherme Trojan Engel - Advogado (OAB/RS 68009) e bancário.

Sr. Miki Breier,

se essa lei seca nos estádio serviu pra alguma coisa foi para que muitos descobrissem que o senhor existe. Eu, por exemplo, sou um deles. Preferia, na verdade, continuar na minha singela ignorância a sua pessoa. Sem querer ser agressivo, deputado, mas realmente não foste feliz ao propor tal projeto, como a maioria de seus colegas também não.

Então quer dizer que em nossa democracia, quem aprova sua proposta de lei é inteligente e aqueles que discordam são alcolistas? É um argumento tipicamente brasileiro, paupérrimo, sem conteúdo.

Se existe excessos, e em todos os locais há, devem ser coibidos. Já existe lei para isso. Existe Brigada Militar e segurança particular para isso. Ou não?
Cria-se, então, uma lei nova para ratificar a incompetência dos agentes de segurança que simplesmente deixam de cumprir a lei. Punir os infratores.

Como se, para acabar com o estupro em determinada cidade, seria lógico decepar o pênis de todos os habitantes. É essa a lógica de vossa legislação?
Restringi-se liberdades individuais - consumir produtos legais (correto, bebida alcólica é um produto legal que gera muitas divisas ao cofres públicos) - para suprir uma ineficiência do Estado?

Tipíco de quem não tem visão. Tem um raciocínio matemático, simplório: "se tem bebum que faz bagunça, tira a bebida", ao invés de tirar o bebum.

Devo dizer que a partir do momento que sua lei entrar em vigor, deixarei de ir ao estádio. O senhor irá concluir, imediatamente, que devo ser um "alcólotra". Talvez, mas a simples certeza de ter sido tolhido no meu direito de escolha, me levará a ficar no conforto da minha casa ou num bar, vendo o jogo com meus amigos e tomando aquela cervejinha gelada.

Eu respeito a lei, mas não me submeto a esse arremedo de legislação.

Finalizando, não fique preocupado comigo, deputado, pois nunca fui um eleitor seu. Portanto, não perdeste um voto.Mas tenha a clara certeza de que nunca serei. Quanto aos seus eleitores que não gostaram como eu da sua iniciativa, fique tranquilo também, devem ter o mesmo raciocínio simplório e até as próximas eleições irão esquecer ou usarão o mesmo método desprovido de inteligência para decidir o voto a seu favor.

Ah, sugiro ainda uma nova lei para acabar definitivamente com a violência nos estádios: proibir a entrada de torcedores. Abraço, Sr. Miki.
KART CROSS | DRIVETRIBE | BECOME A MEMBER