Mostrando postagens com marcador Windows. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Windows. Mostrar todas as postagens

Como usar pen drives com capacidade acima de 32 GB no Windows XP

Pen Drive Corsair Flash Voyager GTR 64 GB
Recentemente, comprei um pen drive de 64 GB por 70 reais. Ele funciona perfeitamente no Mac OS X e versões do Windows mais recentes, mas, quando cheguei na casa do meu pai e coloquei o pen drive no computador dele, que possui o Windows XP instalado, o pen drive não é reconhecido.

Ele até aparece na lista de dispositivos de armazenamento do Windows Explorer, mas dava duplo clique para ver os arquivos e o sistema dizia que o pen drive precisa ser formatado. Tentava formatar, mas nenhum sistema de arquivos aparecia para que pudesse formatá-lo.

Depois de uma rápida pesquisa na internet, descobri que o Windows XP, originalmente, não possui suporte a dispositivos de armazenamento removível com capacidade maior que 32 GB. No entanto, existe um sistema de arquivos específico para estes pen drives, chamado "exFAT".

Para que o Windows XP possa utilizar o exFAT para abrir pen drives com mais de 32 GB, é necessário que esteja atualizado para o Service Pack 2 ou 3. Depois, deve ser feito o download do update KB955704. A versão em português está neste link, e a versão em inglês, neste endereço.

Instale o update, reinicie o computador e insira o pen drive novamente. Dê duplo clique no ícone que surge no Windows Explorer. Se pedir para formatar, clique "sim". Na lista de opções de sistema de arquivos, aparecerá a opção "exFAT". Selecione o "tamanho padrão de unidade de alocação", depois marque a opção "formatação rápida" e clique em "iniciar". Na janela de alerta de perda de dados, se já tiver um backup dos dados contidos no pen drive, clique "OK". Em alguns segundos, o pen drive estará formatado e pronto para uso no Windows XP.

O Windows 7 já suporta nativamente o exFAT. Já o Windows Vista precisa ter o Service Pack 1 ou 2 instalado para poder utilizar esse sistema de arquivos.

Dor de cotovelo

Steve Ballmer, principal executivo da Microsoft, ironizou o lançamento do Chrome OS, sistema operacional do Google baseado em seu homônimo browser.

Segundo informações do Info Online, durante um evento da Microsoft em Nova Orleans, realizado nesta terça-feira (14), o CEO foi perguntado sobre o Chrome OS. "Chrome OS? O que é isso?", respondeu, sorrindo.

Depois da primeira resposta, o executivo disse que o sistema é "muito interessante" e que "será respeitoso" com a opção oferecida pelo Google. Após as declarações de Ballmer, o Windows Azure, versão online do sistema operacional da Microsoft, foi apresentado pelo arquiteto-chefe da companhia.

Ballmer já ironizou outros concorrentes, por exemplo, quando o questionaram sobre o lançamento do iPhone. "Quem vai pagar tanto por um celular?", o CEO respondeu, dizendo que o aparelho da Apple seria o mais caro do mundo.

O sistema Android também sofreu críticas e foi classificado como um press release, pois o Windows Mobile contava com milhões de usuários.

Pois é, Ballmer, tem gente poupando em licenças do Windows e comprando iPhones com esse dinheiro, e você pode estar perdendo também, deixando de oferecer sistemas operacionais para netbooks, sendo este e outros nichos de mercado que a Google está sabendo explorar muito bem.

A Microsoft está sob nova direção, mas, pelo jeito, a forma de pensar não mudou nem um pouco...

Windows Phone




Steve Ballmer, CEO da Microsoft, anunciou, no Mobile World Congress 2009, a entrada da Microsoft no mercado de telefonia celular, com o "Windows Phone", ou seja, aparelhos equipados com o sistema operacional da empresa. Embora a Microsoft pretenda continuar a vender o seu sistema operacional Windows Mobile, ela vai voltar sua força comercial no termo "Windows Phone" para mencionar os dispositivos que o rodam seu software.

O Windows Mobile 6.5 estará disponível provavelmente no último trimestre do ano. A fabricante informou ainda que todo aparelho com WinMob 6.5 terá um botão dedicado ao Windows.

Segundo Ballmer, o Windows Mobile deverá ser levado a um novo nível, que busca melhorar a experiência, trazendo-a mais próxima do que temos com PCs.

Tudo bem, desde que essa experiência forneça a opção Ctrl + Alt + Del. Mais uma dor de cabeça aos fabricantes de dispositivos móveis...

Microsoft anuncia fim do Windows 3.11

A Microsoft anunciou esta semana que deixará de vender o Windows for Workgroups 3.11, a mais antiga versão do seu sistema operacional ainda disponível.

O Windows 3.11, lançado em 1993, ainda é comercializado para instalação de fábrica em equipamentos novos. Esses computadores geralmente são empregados em tarefas básicas como caixas de supermercado.

Mais informações no iMasters.

Windows 7 é mostrado oficialmente

No evento All Things Digital, a Microsoft confirmou de forma oficial alguns dos recursos que virão em seu novo sistema operacional, o Windows 7. De acordo com o site Gizmodo, o destaque é a integração do sistema a dispositivos sensíveis ao toque, possivelmente inspirada na mesa Microsoft Surface. Esse tipo de interface estará disponível para outros aplicativos.

O novo sistema fará com que gestos sejam transformados em comandos, beneficiando imensamente programas gráficos e outras aplicações. A Microsoft demonstrou alguns exemplos de manuseio de galeria de fotos, criação de desenhos, execução de uma música ao piano e acesso a serviços como o Live Maps e o Virtual Earth.

O Windows 7 manterá uma barra semelhante ao Dock, do Mac OS X, e a atual Barra Lateral do Windows Vista.

De acordo com o Gizmodo, o sistema será lançado em 18 meses. O site disponibiliza algumas fotos do Windows 7.



Fonte: iMasters

Ex-funcionário da Microsoft resolve problema no Windows XP SP3

Muitos consumidores têm reclamado de problemas em seus computadores desde que instalaram o Service Pack 3 para o sistema operacional Windows XP.

O problema é conhecido como reboot eterno e ainda não tem solução anunciada pela Microsoft, mas Jesper Johansson, um ex-funcionário da empresa, parece ter descoberto a solução e a disponibilizou gratuitamente em seu blog.

Até 2006, Jesper Johansson era estrategista sênior de segurança da Microsoft. Hoje, é um MVP (Microsoft Most Valuable Professional) da empresa e autor da ferramenta que resolve o problema do reboot eterno, que atrapalha proprietários de computadores com processador AMD. A solução criada pelo ex-funcionário verifica de forma automática o erro de configuração que Johansson acredita ser o causador de tudo. "Ela irá checar se você possui um processador AMD. Se tiver, ela verificará se o driver IntelPPM está rodando. A ferramenta oferecerá então a opção de desligá-lo", disse Jesper em seu blog.

O site Redmond News informa que Johansson começou a falar sobre o problema do reboot na semana passada, quando o encontrou, e passou a compartilhar o processo de resolução da falha em seu blog. De acordo com ele, o problema acontece tanto em computadores com processador Intel quanto AMD. Enquanto o começo da falha está relacionado ao SP3, seu efeito de reboot sem fim tem a ver com o próprio sistema Windows XP, que é programado para reagir a erros dessa forma.

O pequeno arquivo de 16K, escrito em Visual Basic, pode ser baixado diretamente de seu blog.

Fonte: iMasters

SP3 do XP em conflito com AMD

A instalação do Windows XP Service Pack 3 tem causado problemas em alguns
PCs com processadores AMD. Alguns usuários reclamam de 'reboots' infinitos
após a instalação. A Microsoft está trabalhando para tentar identificar a
causa e a solução para o problema.

Leia o artigo do Legit Reviews: http://www.legitreviews.com/news/4782/

Fonte: newsletter do Clube do Hardware