Introdução ao Kart: Parte 4




A maneira mais rápida de começar a pilotar um Kart é comprando um novo. Entretanto, um Kart zero quilômetro não é barato, e a depreciação de valor de um carro de corrida é muito maior que a de um carro de passeio. Uma outra forma de entrar na pista é comprando um Kart usado, de preferência, de alguma loja especializada. Caso você compre um Kart de um particular, e o motor estourar em três minutos, você estará na mão. Entretanto, dependendo do dono, você pode ter muitas vantagens com a aquisição. Se você comprar um Kart de um piloto desiludido, por exemplo, pode, a preços módicos, conseguir também dezenas de pneus, rodas, relações para o câmbio, o suporte para suspender o Kart, entre outros objetos.


Inspecionando seu Kart



Se você está comprando um Kart usado, antes de tudo, verifique o seu chassis. Poderá haver alguns amassos, mas, caso ele esteja torto ou desalinhado, desista do negócio. Quanto ao motor, especialmente os Rotax, Parilla ou de outras marcas especializadas em propulsores para Karts, veja quando foi sua última recauchutagem, quais partes são novas, quais são usadas, a quanto tempo estão instaladas e o preço para substitui-las. Caso o motor esteja muito próximo do momento da sua manutenção periódica, peça um orçamento numa oficina autorizada. Talvez não seja má ideia comprar um motor assim, pode sair mais barato que adquirir um novo.

O ideal é adquirir um Kart com um motor já instalado, evita negociações com duas pessoas e o trabalho de montar o propulsor, além da possibilidade de realizar um test-drive.


Instalação do Assento



Existem vários tamanhos de assentos para Karts, e é preciso adquirir um do tamanho certo para você, a fim de garantir seu conforto e o "feeling" do veículo na pista. Ainda assim, é necessário que ele seja instalado corretamente, caso contrário, a cada curva, ele vai sendo aos poucos desgastado, em virtude do deslocamento de seu tórax contra a estrutura lateral do assento. Uma boa pedida é comprar um protetor de tórax.

O processo de instalação não é complicado, mas é necessário encontrar o ponto certo no Kart onde o assento será firmado, de maneira a conciliar sua altura e pilotagem ágil e confortável. Isto vai depender das condições do Kart, da pista e dos hábitos do piloto, mas, em geral, o banco deve ficar posicionado mais na parte traseira do Kart, para distribuir mais o peso nas rodas traseiras, para aumentar o grip, e reclinado.


Instalação do Motor



Instalar um assento não é muito difícil. Instalar um motor, no então, é tarefa extremamente complexa. A parte mecânica do Kart consiste do motor, relação, corrente, radiador, entrada de ar, fiação elétrica, tanque de combustível, cabo do acelerador… Por isso, é melhor deixar esta parte para que pessoal especializado possa terminar a montagem do seu Kart.

Pode levar até cinco horas para que o Kart esteja pronto. Às vezes, a base do motor, ou o radiador, não se encaixam perfeitamente no chassi, e isso pode atrasar ainda mais o momento em que os primeiros sinais de fumaça possam ser exalados da saída do escapamento.




Confira os outros episódios da série:

Introdução ao Kart: Parte 1
Introdução ao Kart: Parte 2
Introdução ao Kart: Parte 3
Introdução ao Kart: Parte 4
Introdução ao Kart: Parte 5
Introdução ao Kart: Parte 6

Nenhum comentário:

Postar um comentário