O novo mercado para o marketing digital

O Brasil possui hoje 67 milhões de pessoas com acesso ao mundo digital. Segundo o levantamento do IBGE, mais de 16 milhões de residências possuem acesso à internet. Um aumento de 113% em relação à pesquisa feita no ano de 2005.

Os dados mostram a impressionante velocidade com que o mercado e o marketing digital cresceram nos últimos anos. Há alguns anos, não era possível imaginar que o acesso à internet via celular ou Smartphone alcançaria ou ultrapassaria os PCs. Com essa revolução, passou a ser de fundamental necessidade a existência de profissionais especializados na área, com também a criação das Agências Digitais. Criou-se um novo modelo de agência de publicidade que antes não existia.

Segundo os principais profissionais da área, assim como na construção civil, por exemplo, existem inúmeras vagas em aberto para trabalhar com marketing digital. Porém, não há mão-de-obra qualificada em abundância. Os altos salários (entre R$ 2 mil e R$ 17 mil) esbarram na falta de uma formação acadêmica ou de uma experiência real de mercado.

O mais interessante é que, até dois anos atrás, o mercado digital ainda encontrava-se, de certa forma, estagnado. Porém, com a expansão impressionante das redes sociais, tornou-se indispensável qualquer empresa ter uma relação aberta com seu cliente, através da internet.

E não basta ter um site básico, com informações da empresa, responsabilidades e endereços. Hoje, qualquer pessoa quer ter acesso a todos os serviços ao que procura. O internauta hoje é o principal consumidor de uma rede, por isso, ela precisa estar pronta para servi-lo. Inclusive, com vendas e entrega online.

Outro levantamento comprova que aproximadamente 90% dos compradores de imóveis, em todo o país, vão primeiro à internet para achar o que desejam. Posso mencionar o case de um cliente meu que, com um médio investimento, a palavra imobiliária em Sorocaba já registra 70% de seus clientes que antes passam pela internet para depois procurar pela imobiliária física, atrás de um aluguel ou venda de imóveis.

Ou seja, uma imobiliária física que tenha em mente um aumento de vendas, precisa, obrigatoriamente, ter um profissional de marketing digital por trás de um site bem funcional e eficaz. Quem entra em um site de imóveis quer ter à disposição uma busca rápida do que procura. Se o consumidor não acha o que quer logo que entra no site, o tempo médio de visita cai em cerca de 80%.

A maior prova de que as empresas estão investindo em agência digital é o crescimento registrado pelos dados do Ibope 2009. De acordo com a pesquisa, os investimentos na área de marketing digital cresceram 25% e devem fechar 2010 ultrapassando a barreira dos 30%.

No Brasil, essa formação em marketing digital ainda deixa a desejar, ficando por conta de empreendedores profissionais e especializados conduzirem o ritmo de desenvolvimento no mercado. Graças a essas pessoas, o marketing digital nacional já dá amplos passos a um futuro promissor. Com essa falta de profissionais qualificados, as agências digitais optam pelo chamado treinamento incompany, que leva mais tempo, mas garante a excelência no atendimento.

iMasters

Talvez você também queira ver...

Um comentário:

  1. A maioria dos profissionais de Marketing Digital, como eu, são autodidatas. Isto se deve à velocidade com que mudam os mecanismos de pesquisa, redes sociais e comportamento dos usuários de internet. Fica difícil organizar um curso superior por exemplo, pois as disciplinas cursadas nos primeiros semestres ficariam obsoletas antes de finalizar o curso. Assim como o Marketing Digital, somos profissionais em constante desenvolvimento.

    ResponderExcluir