Bernie Ecclestone furioso com Michael Schumacher


Bernie Ecclestone ficou furioso com o fato de Michael Schumacher não comparecer na reunião com os outros pilotos e chefes de equipe, na sexta-feira, no Yas Marina Circuit, em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes, para a fotografia de final de ano da Fórmula 1.

De acordo com a emissora brasileira Globo, assim como Michael Schumacher, Bruno Senna e Timo Glock também não apareceram. O brasileiro da Hispania Racing F1 Team se desculpou, dizendo que estava falando com os comissários da prova, explicando o ocorrido nos treinos livres, quando atrapalhou uma volta rápida de Lewis Hamilton. Já o alemão da Virgin Racing disse que estava realizando um tratamento médico em um de seus pés, e que estava do outro lado do paddock, e não conseguiu chegar a tempo para o encontro.

De acordo com o periódico Blick, como mostra a fotografia acima, o diretor da equipe Mercedes GP, Ross Brawn, tentou chamar Michael pelo telefone celular, mas foi em vão. Bernie Ecclestone, após a ligação, perguntou a Ross: "ele foi embora da Fórmula 1 novamente?", ironizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário