1911: a primeira edição das 500 Milhas de Indianápolis


A construção do Indianapolis Motor Speedway foi concluída em 1909. Era uma pista de terra. Vários acidentes ocorreram nas primeiras corridas disputadas lá. Com isso, a superfície da pista foi coberta com tijolos.

As primeiras 500 Milhas de Indianápolis foram disputadas em 1911, no Memorial Day. Quarenta carros alinharam, a uma velocidade de 60 km/h, em oito grupos de cinco carros, atrás do carro-madrinha, um Stoddard-Dayton Roadster, dirigido por Carl G. Fisher, presidente do circuito.

Após o primeiro pit stop, os carros encharcaram a curva um de óleo, o que obrigou a direção da prova a tomar uma decisão drástica: encher o local de areia, para absorver o óleo e reduzir a possibilidade de acidentes. Vários pilotos tiveram problemas com pneus, alguns chegaram a se soltar dos carros.

E foi na área de pit stop onde ocorreram os incidentes mais graves. Teve piloto que ingressou na área de marcha à ré, e um forte acidente envolveu três carros. O mecânico do Case número oito caiu na pista.

O piloto do Westcott número sete teve que manobrar repentinamente para a esquerda, para desviar do transeunte, e acabou colidindo com o Apperson número 35, que estava em operação de troca de pneus.

O Fiat número 18 também acabou se envolvendo no acidente. Apesar da gravidade do acidente, as pessoas envolvidas sofreram apenas ferimentos leves.

Ray Harroun foi o primeiro vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, em um Marmon seis cilindros com o número 32, concluindo a prova em 6 horas, 42 minutos e oito segundos. Recebeu dez mil dólares de premiação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário