Dono da placa de carro britânica "F1" quer vendê-la por... 10 milhões de libras!

Afzal Kahn "F1" plate Mercedes-Benz SLR McLaren
No Brasil, uma placa de carro "nasce" e "morre" com o veículo. Bem diferente do que ocorre em outros países, como Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, onde a placa possui um proprietário, no entanto, ele deve instalá-la em um carro e só pode removê-la e recolocá-la em outro veículo com licença do Departamento de Trânsito local.

Além disso, a placa não precisa necessariamente "morrer" com o dono. Com isso, acabou-se criando um mercado milionário de venda de placas de trânsito. Certas combinações são leiloadas a peso de ouro.

Afzal Kahn, dono da empresa de tuning Kahn Design, que o diga. Ele posui uma placa com a simples combinação "F1". Há mais de cem anos, quando foi criada, não valia quase nada. Hoje, com o sucesso comercial da Fórmula 1, vale muito.

Saiba mais sobre a história da placa "F1" e de outras combinações clicando aqui.

Kahn já recusou uma oferta de seis milhões de libras pela sua placa. Agora, Afzal resolveu vendê-la, mas está pedindo a bagatela de... dez milhões, nove mil, novecentas e noventa e cinco libras esterlinas (£ 10.009.995).

Não é de se surpreender, caso alguém venha com esta quantia em mãos e adquira esta placa como um investimento, já que, no futuro, a tendência é que ela valha ainda mais.

ATUALIZAÇÃO: em 17 de junho de 2014, Afzal Kahn negou que estava vendendo o objeto, disse à Reg Transfers para cancelar o anúncio, remover todas as referências à placa "F1" e se lembrar de sua responsabilidade de manter os mais altos padrões de integridade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário