2013 Porsche Boxster


Em setembro passado, o Porsche 911 Carrera iniciou uma nova geração de esportivos da marca de Stuttgart, construídos dentro do conceito moderno de baixo peso e maior eficiência energética. Agora, é a vez do Boxster, o roadster pequeno da fábrica de Stuttgart. Nesta quinta-feira (12), a montadora apresentou a nova geração do modelo, feita a partir da mesma receita aplicada ao 911, com estrutura em alumínio e tecnologias verdes.

O Porsche Boxster 2013 usa um novo chassi, feito de alumínio combinado a aços de alta e baixa resistências. No comunicado oficial, a Porsche explica que a estrutura está ligeiramente mais larga e com entre-eixos maior. Ao mesmo tempo, o conversível de dois lugares perdeu peso com a aplicação do alumínio e ganhou direção com assistência elétrica, mais leve e eficiente que a hidráulica, e que estreou no novo 911.

Esteticamente, o modelo não apresenta grandes alterações, apesar de contar com um redesenho dos faróis. As entradas de ar também foram redimensionadas, fato que confere ao esportivo uma semelhança com o Carrera GT. Na traseira, o destaque fica por conta do spoiler que desliza pelas lanternas, dando um tom mais moderno ao Boxster.

Internamente, o modelo preserva a tradição do luxo, com revestimento em Alcantara. Uma tela touchscreen de 7 polegadas permite controlar todas as funcionalidades do carro, incluindo o sistema de som e conectividades. Além disso, o console central é inspirado no Porsche Carrera GT.

O novo Boxster passa a ter o sistema Start/Stop, que desliga o motor em paradas curtas para economizar gasolina, outro componente adotado no 911 Carrera, e sistema de injeção direta de combustível, além de sistemas de recuperação de energia elétrica e gerenciamento térmico. O motor boxer de seis cilindros foi aprimorado. Na versão menos portente, o bloco foi reduzido de 2.9 para 2.7 litros e ganhou 10 CV de potência, gerando um total de 265 CV.

Tecnicamente, esse novo motor 2.7 boxer é baseado no bloco de 3.4 litros que equipa o Boxster S. A engenharia da Porsche também fez melhorias nesse propulsor, que ganhou 5 CV, e passa a produzir 315 CV de potência. Os dois blocos vêm acoplados ao conhecido câmbio manual de seis marchas, ou a transmissão automatizada com dupla embreagem e sete marchas PDK.

Os números divulgados pela fábrica indicam melhor desempenho e consumo com a transmissão automatizada PDK. Na versão base, o Boxster faz uma média cidade/estrada de 13 km/l, com aceleração de zero a 100 km/h em 5,7 segundos. Na versão S, o roadster entrega um consumo médio de 12,5 km/l e acelera da inércia aos 100 km/h em 5 segundos.

A nova geração do Porsche Boxster começa a ser vendida na Alemanha no meio de abril. Os preços já foram definidos: 48.219 euros para a versão de entrada e 59.120 euros para a versão S. Assim como no Porsche 911, o Boxster tem como opcional o pacote Sport Chrono, que é associado ao câmbio PDK, e inclui um sistema de bloqueio do diferencial, chamado Porsche Torque Vectoring.

Nenhum comentário:

Postar um comentário