Acidente e desastre




Para mim, o incidente entre Sebastian Vettel e Mark Webber no GP da Turquia de 2010 foi tanto um acidente como um desastre. Um acidente, pois foi uma tentativa de ultrapassagem que resultou em toque entre os dois bólidos rubro-taurinos, além do fato de Vettel estar sob pressão, num momento delicado na temporada. E também é um desastre, pois sepultou uma chance de dobradinha da equipe de Sebastian Vettel e Mark Webber.

Este evento contribuiu para que a "máscara" de equipe liberal, que permite disputas internas e não tendencia suas atitudes para um dos pilotos, caísse. A Red Bull Racing está se mostrando tão corporativista como as outras, realizando mudanças nos carros para favorecer Sebastian Vettel, que é apadrinhado pela empresa de energéticos de Dietrich Mateschitz desde a Fórmula BMW.

O alemão é ferramenta de marketing da companhia, que condiz com o público alvo da Red Bull, que são pessoas jovens, com vontade de viver a vida com a maior intensidade possível, como se precisassem de uma energia extra, portanto, potenciais compradoras de latinhas de Red Bull.

Com isso, é nada mais que "natural" a equipe concentrar seus esforços em tentar alavancar a temporada de 2010 de Vettel, mas Mark Webber não está vendendo barato essa liderança, ainda mais pelo motivo de não ter equipe para o ano que vem, o que foi resolvido semana passada, com a renovação de seu contrato com a Red Bull Racing, acabando com algumas especulações.

Talvez você também queira ver...

Postar um comentário