Lotus substituirá a BMW Sauber em 2010




A garagem que está sendo ocupada pela BMW Sauber, que deixará a categoria no final da temporada, será da "Lotus F1 Team", equipe malaia, de acordo com o anunciado pela gerência da FIA responsável pela Fórmula 1.

Contudo, a FIA ainda tem esperanças de que a equipe de Hinwil não desista de sair, apesar da decisão da BMW de se retirar da categoria. A FIA descreve a ação da Sauber como "impressiva", mas também diz que a Lotus foi escolhida para a lista definitiva para 2010 por causa das muitas incertezas sobre o futuro da BMW Sauber.

A Sauber foi "premiada" com o "décimo-quarto posto" no pitlane da Fórmula 1 em 2010, embora o Pacto de Concórdia só permita até trezes equipes na categoria máxima do automobilismo. Contudo, esse "prêmio" entitula a Sauber a "preencher qualquer paga que aparecer em 2010", e ao mesmo tempo, a FIA quer urgência sobre a ideia de o grid da Fórmula 1 possuir 28 carros no ano que vem.

Sobre a Lotus, a FIA disse que a empresa que ganhou a décima-terceira vaga será chamada Malaysia F1 Team Lotus, terá motores Cosworth, e sua sede será em Norfolk, Reino Unido, a pouco mais de vinte quilômetros da fábrica da Lotus, no castelo de Ketteringham Hall, de onde Anthony Colin Bruce Chapman, o lendário fundador da marca, fez surgir suas criações de Fórmula 1, Fórmula 2, Fórmula 3 e carros esporte.

A Malaysia F1 Team Lotus será gerenciada por Tony Fernandes e o diretor técnico será Mike Gascoyne. Fernandes é atualmente chefe executivo da companhia malaia AirAsia, um patrocinador da Williams F1 Team. No futuro, a Lotus F1 será sediada em Sepang.

Nenhum comentário:

Postar um comentário