Pateta

Julian Simón largou na pole e dominou o GP da Espanha na categoria 125cc. No entanto, acreditando que estava na última volta, reduziu a velocidade para comemorar a vitória. No entanto, para desespero dos mecânicos na mureta dos boxes, Simón apenas abria seu último giro na corrida. Até o pódio ele conseguiu perder, chegando em quarto.



Isso me fez lembrar outro pateta: Bjorn Wirdheim, na finada Fórmula 3000, quando entregou uma vitória em Mônaco de presente para Nicolas Kiesa. Acreditando que já havia cruzado a linha de chegada, resolveu reduzir para comemorar com o "staff" da equipe. No entanto, a linha de chegada era um pouco mais à frente. Quando percebeu, já era tarde.



Depois disso, Kiesa conseguiu uma vaga na Minardi. Já Wirdheim, campeão com recorde de pontos acumulados na temporada, não chegou à F1. Tornou-se, no máximo, test-driver da Jaguar, Jordan e BAR.

Talvez você também queira ver...

Postar um comentário