257 GPs: Parabéns, Rubens Barrichello!




A grande maioria dos brasileiros que falam mal do Rubinho, do jeito que a gente sabe muito bem por estar no Brasil, com certeza não entende nada de automobilismo.

Quando ele teve a grande chance de ser campeão na categoria máxima do automobilismo mundial, quem era seu companheiro de equipe? Michael Schumacher, que teve todas as regalias que a Scuderia Ferrari lhe dispunha para conquistar 5 títulos mundiais, acho mais pelos anos de calvário que o alemão teve com a equipe italiana desde 1996.

Se considerarmos que Rubens é um fracassado, teremos então que também considerar, por exemplo, o austríaco Gerhard Berger um fracasado, pelo mesmo motivo. Quando ele teve a chance de ser campeão, quando assinou com a equipe McLaren, em 1990, quem estava no outro cockpit da equipe? Um outro piloto brasileiro, chamado Ayrton Senna.

Tá certo que muitas vezes, Rubinho enfiou os pés pelas mãos, falou muita bobagem, mas é o jeito dele, não tem como mudar. Também não há como negar que sua carreira na Fórmula 1 está com os dias contados, mas se ele fosse tão ruim como dizem, não estariam até equipes da Fórmula Indy querendo firmar contratos com o piloto.

Rubens é um piloto respeitadíssimo no exterior, e ontem recebeu uma grande homenagem de amigos, parentes e ex-companheiros de trabalho, inclusive da própria Ferrari.

Rubens Barrichello, maior recordista de GPs, superando o italiano Ricardo Patrese. Parabéns!

Talvez você também queira ver...

Postar um comentário