Egan Bernal é o vencedor do Tour de France 2019

Egan Bernal Tour de France 2019
O colombiano Egan Bernal é o campeão do Tour de France 2019, após o término da 21ª etapa, um trecho de 128 quilômetros entre Rambouillet e Paris Champs-Élysées, e se tornou o primeiro sul-americano a vencer a competição.

O ciclista de 22 anos garantiu a liderança na classificação geral após chegar em quarto lugar na 20ª etapa, disputada no sábado. O italiano Vicenzo Nibali venceu a etapa, que teve seu percurso reduzido, por conta das condições climáticas no leste da França. Das três montanhas que estavam previstas para os ciclistas passarem, apenas uma foi liberada pela organização da prova.

Na sexta-feira, um deslizamento de neve e lama interrompeu a 19ª etapa, na qual Egan Bernal passou o francês Julian Alaphilippe, que estava em primeiro lugar por 14 etapas seguidas e tentava quebrar um jejum de 34 anos sem um francês levar o Tour de France. Assim, o colombiano tomou a posse da camisa amarela.

Além de Alaphilippe, o compatriota Thibaut Pinot também vinha forte na briga pela primeira colocação, mas se machucou e teve que abandonar o torneio.

"Eu sinto que não é apenas o meu triunfo, mas o triunfo de todo o país. Nós já tínhamos um Giro d'Itália, uma Vuelta a España, mas faltava um Tour de France. A Colômbia merecia. É uma felicidade que não pode ser descrita", disse Bernal.

A Colômbia tem se notabilizado no ciclismo de estrada, produzindo especialistas em subidas de montanha, devido a seus pulmões, que foram treinados na altitude do país. E foi justamente nestas provas que Egan Bernal construiu sua conquista.

Na antepenúltima etapa, no Col d’Iseran, a montanha mais íngreme do Tour, o jovem colombiano percorreu o trajeto com muita força, diminuindo sua diferença de tempo na classificação geral sobre Julian Alaphillipe, o líder até então.

Após ver Bernal se distanciando na subida, Alaphillipe dependia da descida, uma de suas especialidades, para recuperar o tempo perdido, mas ele não se recuperaria, pois, em meio à forte onda de calor que atinge a França, uma chuva de granizo atingiu o trecho final da etapa, interditando a rodovia e obrigando a direção do Tour a encerrar precocemente as atividades do dia.

Então, os tempos somados à classificação geral foram os registrados no topo do Col d’Iseran, e Egan Bernal assumiu a camisa amarela na sexta-feira.

No sábado, o colombiano contou com o trabalho da equipe Ineos para garantir a vitória, e viu Julian Alaphillipe cansar na última subida de montanha do Tour.

No domingo, os competidores percorreram os 128 quilômetros do trajeto entre Rambouillet e Champs-Élysées, etapa marcada por ser uma espécie de "desfile". Nos metros finais, os sprinters disparam atrás da vitória, o que não mudou a classificação final. Quem cruzou a linha de chegada primeiro foi o australiano Caleb Ewan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário