Entenda as mudanças aerodinâmicas na Fórmula 1 para 2017 nesta animação 3D

Inside look at Mercedes 2017 Formula One car Video Thumbnail
Os carros de Fórmula 1 para o ano de 2016 podem ainda não estarem prontos, mas as equipes já trabalham no carro de 2017.

Depois de diversos pedidos para que os carros pudessem ser por volta de cinco segundos mais rápidos por volta, um conjunto de regras foi criado para tornar os carros mais largos, com aerofólios mais proeminentes e maiores pneus.

O editor técnico Giorgio Piola produziu um vídeo que compara o Mercedes AMG F1 W06 com um exemplo de carro para a temporada 2017.


As primeiras indicações apontam que os carros de 2017 produzirão por volta de 30% mais eficiência aerodinâmica que os de 2015, enquanto que o arrasto aerodinâmico resultante será de apenas 10%.

As medidas dos pneus aumentarão consideravelmente. Os dianteiros terão 300 mm de largura, 55 a mais que os atuais, enquanto que os traseiros terão 400 mm, contra 325 mm dos da temporada 2015.

A largura total do carro aumentará de 1,8 m para dois metros. O suporte do aerofólio dianteiro do carro também será 20 cm mais longo.

A asa dianteira terá 180 cm de largura e será mais arredondado. Já a asa traseira aumentará de 80 cm para 95 cm de largura, e terá uma altura em relação ao solo de 80 cm.

O difusor traseiro terá uma performance aerodinâmica semelhante à existente até que o regulamento definido desde 2014 começou a vigorar.

O assoalho também sofrerá alterações. Ficará posicionado a 33 cm do eixo traseiro, e será mais profundo: 22 cm, contra os 12,5 mm atuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário