Reveja a bateria única do Desafio das Estrelas de Kart 2014

Largada do Desafio das Estrelas de Kart 2014
O italiano Vitantonio Liuzzi, campeão mundial de kart em 2001, liderou todos os treinos, fez a pole position e cruzou a linha de chegada do Kartódromo Internacional Beto Carrero World primeiro com facilidade, conquistando o Desafio das Estrelas de Kart.

Após uma boa largada, Liuzzi adquiriu uma grande distância para os outros pilotos durante a prova e venceu com tranquilidade. O suíço Sébastien Buemi, que largou em décimo-terceiro, chegou em segundo lugar. Felipe Massa, o organizador do evento, completou o pódio.

Este ano, a prova teve apenas a bateria de domingo, já que a de sábado foi cancelada devido ao alagamento da pista, provocado pela forte chuva que assolou a região de Penha, Santa Catarina.

Esta foi a quinta vitória de um piloto internacional no Desafio das Estrelas de Kart. Os brasileiros venceram em quatro oportunidades. Michael Schumacher (2007 e 2009), Jaime Alguersuari (2011), Jules Bianchi (2012) e Liuzzi (2014) foram os visitantes que venceram a competição. Daniel Serra (2005), Felipe Massa (2006), Rubens Barrichello (2008) e Lucas Di Grassi (2010) foram os brasileiros campeões.

Vitantonio Liuzzi, o pole-position contornou bem a primeira curva e rapidamente abandonou quem vinha atrás. Lucas Di Grassi, Júlio Campos, Augusto Farfus, Felipe Massa e Rubens Barrichello disputavam ferrenhamente. Rapidamente, o italiano tinha uma vantagem de cinco karts para os outros pilotos.

Campos passou Di Grassi e assumiu a segunda posição. Juntos, os dois abriram para quem vinha atrás. Na sexta volta, Lucas conseguiu dar o troco e retornou à segunda posição. Massa fez boas ultrapassagens sobre Barrichello e Farfus e subiu para quarto.

Farfus acabou se dando mal: perdeu posições em meio a vários toques e abandonou depois de bater com o kart de Felipe Giaffone. Ambos tiveram as carenagens danificadas, e "Augusto" nem conseguiu seguir na disputa.

Sébastien Buemi se aproveitou da situação. O suíço, que havia largado em décimo-terceiro, alcançou a quinta posição na metade da corrida. Di Grassi tentou sair à caça de Liuzzi, mas o terreno perdido nas primeiras voltas tornou essa missão praticamente impossível. À essa altura, a diferença já superava os quatro segundos.

Um novo pelotão se formou na batalha pela segunda posição: Massa e Buemi, na tentativa de buscar o pódio, conseguiram alcançar Di Grassi e Campos. Buemi superou Massa na 16ª volta, e duas voltas depois, ultrapassou Campos e Di Grassi, assumindo a segunda posição.

Campos, Massa e Di Grassi passaram a lutar pelo pódio. Na entrada da reta dos boxes, Massa invadiu a zebra. Na saída da curva, Di Grassi ficou sem espaço, saiu da pista, rodou e abandonou. Campos aproveitou e recuperou o terceiro posto, e Pizzonia chegou.

Na penúltima volta, Massa, em uma freada na parte mais lenta da pista, superou Campos. O paranaense respondeu, mas tomou outra ultrapassagem. Na bandeira quadriculada, Liuzzi em primeiro, Buemi em segundo e Massa em terceiro.

Talvez você também queira ver...

Nenhum comentário:

Postar um comentário