Competição na NASCAR é resolvida no braço... literalmente falando!


Era para ser apenas mais uma corrida da National Association for Stock Car Auto Racing, com seus tradicionais acidentes, raspadas no muro, totós e muito mais. No entanto, um ingrediente foi acrescentado à AdvoCare 500, etapa disputada ontem (11) em Phoenix.

A sete voltas do final da prova, Jeff Gordon e Clint Bowyer se tocam, e o piloto do carro número 24 fica para trás. A duas voltas do final, os dois pilotos se chocam novamente, e ambos vão para o muro. Joey Logano e Aric Almirola, que não tinham nada a ver com a briga entre Gordon e Bowyer, envolvem-se também no acidente.

Mas a confusão não parou por aí. Após a corrida ser paralisada com o recurso da bandeira vermelha, faltando apenas a chegada, no estilo "Green-White-Checkered", Jeff Gordon e Clint Bower encontram-se no paddock e chegam às vias de fato. A turma do "deixa disso" agiu rápido, impedindo uma briga ainda maior.

Mas a confusões intra-pista não terminaram, mesmo faltando apenas duas voltas para o final. Na relargada, Danica Patrick fica para trás e continua a corrida lentamente, correndo perto ao muro dos boxes, com o objetivo de não atrapalhar ninguém.

Entretanto, quando estava na linha de chegada e os líderes a atravessavam pela última vez, uma confusão envolvendo vários pilotos termina com um dos envolvidos atingir em cheio a traseira do carro de Danica, aumentando ainda mais o prejuízo para sua equipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário