Volkswagen adquire a totalidade da Porsche


De acordo com uma fonte da Bloomberg e a revista alemã Der Spiegel, a Volkswagen comprou os 50,1% das ações que ainda pertenciam aos acionistas da Porsche Automobile Holding SE, tornando-se a única proprietária da marca de Stuttgart. Segundo rumores, a empresa de Wolfsburg desembolsou cerca de 3,9 bilhões de euros para realizar a transação.

Acionistas da Volkswagen que não quiseram se identificar disseram que, se concluir as negociações com a Porsche antes de 2014, a Volkswagen terá de pagar cerca de um bilhão de euros em taxas, além de ter que manter a fábrica de Stuttgart independente, para diminuir quaisquer resistências internas em sua diretoria. A VW não deseja pagar todo esse valor em impostos. Uma das maneiras mais viáveis para impedir que isso aconteça é criar uma sociedade gestora para comprar e manter as ações da Porsche.

Com a criação da sociedade, a maior montadora da Europa também conseguiria conceder a independência tão cobiçada pela Porsche, dando à empresa controle total sobre seus investimentos e lançamentos de novos modelos. Vale lembrar que, em 2008, a Porsche tentou comprar a Volkswagen, mas a tentativa fracassou. Ironicamente, foi a própria VW que acabou salvando a montadora de carros esportivos da falência.

Originalmente, ambas as as companhias tinham a intenção de se juntarem, em 2009, antes da Porsche acumular dez bilhões de euros em dívidas. Com isso, a Volkswagen adquiriu 49,9% da Porsche para salvá-la da bancarrota. "É evidente que ambas as empresas estão interessadas em selar o acordo de integração. Assim que tivermos novidades sobre o negócio, comunicaremos", despistou a porta-voz da Volkswagen, Christine Ritz, em entrevista ao Bloomberg.

Nenhum comentário:

Postar um comentário