Carros de Fórmula 1 equipados com para-brisa?


Depois do acidente em que Felipe Massa foi atingido por uma mola de suspensão na Hungria, em 2009, a FIA estaria perto de propor um para-brisa nos cockpits da Fórmula 1. Essa projeção da Autosprint parece interessante, e traz várias possibilidades.

Caso se confirme, a peça vai precisar de alta resistência em impactos frontais, contra todo tipo de objeto encontrável em acidentes de corrida. Dependendo da localização, poderá ajudar a proteger o piloto no tipo de choque em que o carro é atingido por cima. É possível também imaginar uma projeção de informações no para-brisa do tipo HUD (head-up display), embora nos caças essa evolução já tenha chegado aos capacetes nos HMD (helmet mounted display).

Provavelmente seria necessário algum sistema de limpeza integrado, já que o piloto geralmente troca as sobreviseiras algumas vezes durante a corrida, devido à sujeira. No entanto, o benefício aerodinâmico também pode ser grande, afinal a região produz bastante arrasto.

A projeção ainda dá margem a especular se a Fórmula 1 tende ao fechamento dos cockpits. Acredito que nunca pensaram em fechar os cockpits em razão de, em caso de capotamento, ficaria quase impossível para o piloto sair do carro.

Para que haja realmente proteção, seria necessário que esse "para-brisa" tivesse proteção semelhante à dos capacetes, que são projetados para aguentar disparos de armas de fogo, e isso deixaria o artefato muito pesado, o que tornaria a ideia inviável.

Sem contar que, se a proteção falhar, dependendo do material do qual o produto fosse feito, a sua quebra produziria estilhaços que virariam "navalhas em potencial", e todas iriam em direção ao piloto, que ficaria sem chance de se defender.

Talvez você também queira ver...

Postar um comentário