Richard Hammond influenciou o design do novo Rimac C_Two... e sim, é da maneira que você pensa!

The Grand Tour Richard Hammond Rimac Concept_One Crash Accident
Isto, é claro, se você conhece a fundo a carreira de Richard Hammond nas séries de televisão e, atualmente, de video on demand.

O relacionamento de Richard Hammond, ex-apresentador do Top Gear britânico e atual integrante da série The Grand Tour, com a marca croata de supercarros elétricos Rimac, poderia ser a mais casual possível, não fosse por (mais) um acidente que quase custou a vida do "Hamster".

Famoso pelo acidente com um dragster durante filmagens para o programa da BBC, além de várias outras colisões com carros e quedas de motocicleta, Richard Hammond pegou um Rimac Concept_One para participar das filmagens do primeiro episódio da segunda temporada de The Grand Tour.

No episódio entitulado "Past, Present, or Future", Richard Hammond, com um carro elétrico, confrontou Jeremy Clarkson, que tinha um Lamborghini Aventador S, e James May, a bordo do novo Honda NSX híbrido. No famoso formato de desafio entre os integrantes do programa, o episódio exibiu o cumprimento de diversas tarefas.

A última delas era uma subida de montanha em Hemberg, Suíça. Já haviam terminado de gravar quase tudo que precisavam para a edição do episódio, quando o diretor Phil Churchward pediu que James May e Richard Hammond subissem a montanha uma última vez. "Por que você está pedindo para que a gente faça isso mais uma vez? Você sabe que é agora que eu vou bater o carro!", brincou Hammond.

Após completar o percurso, Richard Hammond não conseguiu frear o carro e acabou saindo da pista, exatamente como havia "profetizado" antes, decolou por um barranco e, ao atingir o chão, destruiu completamente o carro. A distância entre o ponto em que Richard perdeu o controle do carro e o local onde parou foi de 110 metros. Hammond quebrou o joelho esquerdo e sofreu algumas escoriações. Muito pouco, perto da enormidade do acidente.

Claro que destruir um carro, cujo preço está na casa dos milhões de euros, e era um de apenas dez construídos, nunca é bom. Só que todo o acontecido gerou para a Rimac e o The Grand Tour uma visibilidade viral e um retorno midiático tão grande que talvez o caso tenha sido encerrado apenas com um acordo amigável.
2018 Rimac C_Two Fire Extinguisher Detail The Grand Tour Richard Hammond Rimac Concept_One Crash Accident
Tanto que, ao apresentar o novo supercarro, chamado C_Two, no Salão de Genebra, a Rimac fez uma homenagem a Richard Hammond, ainda que de forma sarcástica, típica do humor britânico.

A fita de couro que prende o extintor de incêndio tem os dizeres "in case of hill climb, extinguish fire", que, em tradução literal, quer dizer "em caso de subida de montanha, apague o fogo".

É claro que Richard Hammond não poderia deixar de dar um pronunciamento a respeito disto, e disse: "estou lisonjeado, eu sempre quis ter real influência no design de um carro, agora eu tenho uma".
O Rimac C_Two possui um sistema elétrico que transmite 1.888 CV de potência e 234,48 kgfm de torque para as rodas. Pode acelerar de zero a 100 km/h em 1,85 segundo e atingir a velocidade máxima de 412 km/h. A autonomia das baterias é estimada em até 605 km. Apenas 150 exemplares serão construídos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário