Parece pegadinha, mas não é!


Aconteceu em Tel Aviv. Uma mulher estacionou seu carro em um local totalmente permitido, sem placas de restrição, sem ser em frente de uma garagem, enfim, perfeitamente legal. No entanto, algo inusitado aconteceu enquanto o carro estava parado.

Trabalhadores da secretaria de trânsito da cidade resolveram que onde o carro estava estacionado, a partir de agora, seria uma vaga exclusiva para deficientes físicos. Mesmo com o veículo parado ali, eles pintaram o espaço, com direito ao símbolo indicativo de acessibilidade e tudo. Com o serviço terminado, foram embora.

Logo após, chega um caminhão-guincho, cujo motorista percebe que o carro, agora, está parado em uma vaga que não é permitida para pessoas "normais". Sem ter conhecimento do caso, resolve retirar o veículo do local e aplicar uma multa de 270 dólares à proprietária.

Num caso desses, seria praticamente impossível a alguém provar que não tem culpa. No entanto, uma câmera de segurança de um prédio ao lado filmou toda a ação. Com a prova em mãos, a mulher relatou o caso no Facebook.

As autoridades locais tomaram conhecimento do caso e reverteram a situação. "Isto foi um erro gravíssimo, um caso de incompetência que Tel Aviv não aceita. Faremos de tudo para que algo assim não se repita", disse a assessoria de imprensa da prefeitura da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário