A entrevista de Lance Armstrong à Oprah Winfrey (1ª Parte)


A tão aguardada entrevista que o ciclista Lance Armstrong concederia à Oprah Winfrey saiu ontem à noite. Lance admitiu competir dopado por mais de uma década.

A confissão foi feita usando um formato de entrevista no qual a apresentadora fazia as perguntas e Armstrong respondia primeiramente com "sim" ou "não". Winfrey perguntou a Armstrong: "usaste substâncias proibidas para aumentar sua performance?". Ele respondeu: "sim". Ela perguntou se ele poderia vencer o Tour de France sete vezes sem se dopar. Ele duvidaria muito.

Além disso, Armstrong admitiu que não tem uma boa resposta para por que ele mentiu tanto durante todos esses anos e por ter chamado as outras pessoas de mentirosas. Ele disse que, agora, "toda a culpa cai sobre ele" para a criação desta "grande mentira" sobre si mesmo e sua "mítica e perfeita história."

Lance Armstrong ganhou os seus sete títulos da Volta da França sob efeito de doping. Para quebrar o recorde da competição, o ex-ciclista fez uso de eritropoietina (EPO), realizou transfusões de sangue e tomou hormônios de crescimento. "Tomei minhas próprias decisões. São meus erros. Estou aqui sentado para reconhecer isto e dizer que lamento", disse o ex-ciclista.
Lance Armstrong Oprah Winfrey Interview
Armstrong admitiu que sempre mentiu quando negou o uso de substâncias ilícitas e que cometeu excesso com outras pessoas, mas garantiu que jamais obrigou seus companheiros de equipe a fazer uso de doping. O ex-ciclista disse ainda que, nas edições de 2009 e 2010 da Volta da França, ele competiu sem estar dopado. As provas marcaram seu retorno às competições, após se aposentar pela primeira vez, em 2005.

As consequências da confissão de Lance Armstrong são imprevisíveis. Durante todos esses anos, o ex-atleta foi implacável com qualquer um que ousasse fazer denúncias contra ele, e não pensava duas vezes em entrar na Justiça e pedir indenização por danos morais.

O jornal britânico "Sunday Times", por exemplo, foi condenado a pagar 500 mil dólares por uma reportagem. Como a verdade veio à tona, o jornal já entrou na justiça, e agora pede 1,5 milhão de dólares, três vezes mais do teve que pagar a Lance.

Armstrong pode ter que devolver muito dinheiro a patrocinadores, a começar pelos Correios dos Estados Unidos, que investiram US$ 30 milhões na equipe dele. A imprensa americana não fala de outra coisa. O homem que encantou o mundo pelo talento quase sobrenatural e por ter derrotado o câncer nos testículos, agora é denominado "um grande mentiroso".

A segunda parte da entrevista pode ser vista clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário