Graxaim morre... congelado... de pé!

Animal de médio porte foi achado em pé à beira de uma estrada. Veterinário diz que é pouco provável que animal tenha morrido de frio.

Uma cena inusitada surpreendeu moradores de Getúlio Vargas, no Norte do Rio Grande do Sul, na manhã desta quarta (6). Um graxaim foi encontrado congelado à beira da estrada que vai para o Rio Toldo. Apesar das baixas temperaturas registradas na região, é pouco provável que o animal tenha morrido de frio. Em Erechim, a 27 km do local, a mínima foi de 1,6°C.

O animal silvestre, também chamado de cachorro-do-mato, é de médio porte e foi encontrado em pé, de olhos abertos. O professor de Veterinária e diretor do Hospital Veterinário da UFRGS, Marcelo Meller Alievi, explica que a situação não é comum na natureza e que, provavelmente, se tratava de um animal doente.

"Não há como precisar sem uma necrópsia, mas é muito difícil que um animal deste porte tenha morrido congelado nessas condições. O mais provável é que se trate de um bicho doente, que morreu de outras causas e, em virtude da exposição às baixas temperaturas, acabou congelando", diz o professor.

Alievii não descarta, ainda, a possibilidade de atropelamento. "O animal pode ter sido atingido por algum veículo sem apresentar lesões externas. Ainda mais pelo local onde foi encontrado, à beira de uma estrada". Confira o vídeo da matéria, clicando aqui. Frio de renguear cusco, eu já tinha visto, agora, de matar graxaim é a primeira vez.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário