Mergulhadores encontram champagne de 230 anos


Um grupo de mergulhadores encontrou no Mar Báltico garrafas de champagne de 1780, com 230 anos. E o melhor: elas ainda são consumíveis. O instrutor de mergulho Christian Ekstrom, responsável pelo achado e pelo primeiro gole, afirma ao jornal Daily Mail que a bebida tem um "sabor maravilhoso".

São cerca de 30 garrafas recuperadas em um barco naufragado, encontrado entre a Suécia e a Finlândia. Segundo o especialista em vinhos sueco Carl-Jan Granqvist, cada garrafa pode valer até 50 mil euros (o equivalente a R$ 115 mil), se as rolhas estiverem intactas e sua autenticidade for comprovada. Amostras da champagne foram enviadas a laboratórios na França. Até então, a garrafa de champanhe Perrier-Jouet era a mais antiga de que se tinha notícia, do ano de 1825.

Galileu

Nenhum comentário:

Postar um comentário