Alguém discorda?

O tenista suiço Roger Federer conseguiu o impossível, bem, agora dificilmente possível: salvar uma bola passando entre suas pernas, devolvendo-a de costas no fundo da quadra de Novak Djokovic, garantindo três match points para vencer o sérvio e passar para a final do US Open 2009.



Essa foi, definitivamente, uma forma de dizer "vai pra casa, Djokovic"! Alguém ainda acha que Federer não é o número um do mundo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário