Esportivos como o Golf GTI desvalorizam em até 40%

Revender um esportivo é praticamente perder dinheiro. Pelo menos essa é a visão do mercado de usados no país.

Os modelos esportivos pertencem à um nicho bem restrito do mercado e possuem um público fiel ao estilo mais jovem e de maior desempenho deste tipo de carro.

Mas no mercado de usados, a grande desvalorização é dada como certa. Alguns modelos, como o Golf GTI chegam à 40% de depreciação!

Os lojistas já evitam pegar o esportivo da VW, principalmente em cores como amarelo e branco, pois são os que mais perdem preço! O carro já é bem mal visto pelas revendas de usados.

Mas não é só o Golf GTI que perde tanto o seu valor, o Civic Si por exemplo, pode perder 17% de seu valor em 1 ano. Outro exemplo é o Fiat Stilo Abarth 03/04 que tem preço cotado de R$44.000 e nem por R$35.000 se consegue vender.

Mas, existem os falsos esportivos, que ao contrário dos verdadeiros, tem procura até maior do que as versões normais. São aqueles modelos que tem apenas um visual mais esportivo, mas seu desempenho é igual ao da versão normal.

Modelos como o Stilo Sporting sai mais rápido do que as versões comuns do modelo. A linha SS da GM também tem boa saída nas revendas da marca, mas mesmo assim a procura é pequena.

O motivo? Acreditam os consumidores que os modelos são muito chamativos e hoje em dia, o número de pessoas que querem mais discrição no trânsito de grandes centros, é maior devido à violência.

Bom, para quem gosta de esportivos, adquirir um dos modelos citados ou de outras opções que ainda existem no nosso mercado, parece valer a pena no momento. É só não pensar na revenda dele e acelerar na compra.

Estadão

Talvez você também queira ver...

Postar um comentário